6 anos depois da inauguração do Aquário, obras no entorno não estão concluídas

por Redação JB Litoral
22/09/2020 20:55 (Última atualização: 23/09/2020)

Obras no entorno do Aquário Marinho estão paralisadas há anos.

Por Gabriela Vizine

Desde a inauguração do Aquário Marinho de Paranaguá, localizado na Praça 29 de Julho, em 2014, as obras do entorno ainda não foram concluídas. As ações de revitalização da área começaram em fevereiro de 2017 e, de acordo com o planejamento do Governo do Estado, no local, seriam reformuladas as reparações de drenagem, troca de calçamento, renovação da iluminação e readequação do estacionamento, além da construção de um novo Mercado do Peixe e de uma estação náutica com trapiche, com previsão de conclusão de 24 meses.

No entanto, segundo abordado pelo JB Litoral em uma reportagem publicada em 2018, intitulada “Obra do entorno do Aquário Marinho de Paranaguá não tem prazo para ser concluída”, os reparos já estavam paralisados. Na época, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Paranaguá (SECOM) informou que o projeto era de responsabilidade do governo. “Eles responderam que vão dar continuidade aos trabalhos, até porque têm prazo para terminar esta obra tão importante. Se não terminarem, está na lei que eles têm que devolver os espaços para o município e eu espero que devolvam, com todas as reparações, que estão no papel, concluídas”, disse.

Já em 2020, segundo reportagem do JB Litoral intitulada “Estamos abandonados: comerciantes denunciam más condições no Mercado do Peixe, em Paranaguá”, os profissionais que atuam no local denunciaram o estado precário do espaço, construído em 1982.

Novo Mercado do Peixe é necessidade para os comerciantes

A matéria abordou os problemas estruturais do edifício, além da carência na pintura, canos, calçadas e telhados quebrados. Além disso, informou a respeito dos banheiros do local estarem sendo utilizados para a prostituição.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Segundo os vendedores, eles estão tendo muitos prejuízos, além de estarem frequentemente correndo riscos. “O estabelecimento está totalmente abandonado pelo Poder Público”, disseram. Caso o novo Mercado do Peixe já tivesse saído do papel, provavelmente, a situação seria diferente, comentaram.

Na reportagem publicada neste ano, a SECOM relatou que a manutenção do Mercado do Peixe está sendo realizada pelo Executivo Municipal. “No entanto, uma tratativa foi firmada em gestões anteriores, na qual ficou estabelecido, por meio de um acordo, que o Governo do Estado seria responsável pela execução da obra da construção de um novo Mercado do Peixe”, disse.

Poder Público

O JB Litoral procurou o Governo do Paraná e indagou a respeito da data do término das obras no entorno do Aquário. As informações recebidas foram de que apenas quando for finalizado o trâmite de entrega da documentação referente à nova Estação Náutica de Paranaguá, é que poderão ser divulgados os prazos, valores e a data de início dos trabalhos, apesar de a conclusão já ter sido prevista, incialmente, para o ano de 2019.

“Em paralelo, a Paraná Edificações (PRED) está fazendo um levantamento para a execução das demais obras”, informa a diretora de Desenvolvimento e Inovação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Camila Aragão.

Contudo, segundo ela, o Instituto Água e Terra (IAT) informou que a sessão de licitação para a realização dos reparos na Estação Náutica ocorreu na manhã de segunda-feira, 14, e houve uma empresa arrematante. “A Gerência de Licitações, Contratos e Convênios, da Paraná Edificações, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Urbano, está seguindo os prazos legais de entrega de documentos e homologação. A previsão é que até o final do mês seja dada a ordem de serviço”, diz. A diretora afirma que o processo de licitação foi dividido em duas etapas, com um processo licitatório para a base náutica e outro para a retomada dos projetos para o novo Mercado do Peixe.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments