A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá

por Redação JB Litoral
25/08/2020 15:55 (Última atualização: 27/08/2020)

Estas lojas costumam ser bastante frequentadas por curiosos, estudiosos e colecionadores, que apreciam o prazer de “garimpar” por aquela edição especial.

Na contrapartida de tantas ferramentas digitais para a leitura, atualmente, ainda resistem os nostálgicos, que se rendem ao aroma do bom e velho livro de papel. Neste contexto, o local preferido escolhido pelos amantes da leitura em Paranaguá é o sebo. Durante a pandemia do coronavírus, a procura intensificou por conta do isolamento.

O nome pode ser pouco atraente, mas sebo é popularmente chamada as livrarias que compram, vendem e trocam livros usados e se tornou bem popular pelos frequentadores pelo seu baixo custo, com exceção daqueles raros, autografados ou as primeiras edições, que levam encadernação de luxo e podem ter um custo maior por seu valor histórico.

Estas lojas costumam ser bastante frequentadas por curiosos, estudiosos e colecionadores, que apreciam o prazer de “garimpar” por aquela edição especial. De acordo com Claudete de Oliveira, proprietária da Livraria Book Sebo, em Paranaguá, com o recesso das aulas escolares e muitos trabalhos em home office, a procura pelas obras literaturas cresceu cerca de 40%. “Desde o início da pandemia, atendemos clientes novos todos os dias. A loja oferece vendas virtuais também, por isso conseguimos atender pessoas do Brasil inteiro. É muito gratificante”, disse.

LIVREIROS TEM VANTAGEM

A viabilidade da entrega via postagem também compensa para a proprietária, conforme ela menciona, “os livreiros tem a vantagem de envio a um menor custo por unidade, facilitando a nossa demanda”, garantiu. Além, do serviço de delivery na cidade com os devidos cuidados de higiene e saúde determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como afirma Claudete.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Cliente assídua, Érica Marques procura no sebo bem mais do que preço baixo e também atendimento personalizado. “Além de pagar bem mais em conta todos os livros que quero ler, recebo ótimas indicações de títulos e quando não encontro algo que estou procurando é só encomendar que recebo rapidinho”, falou.

A livraria disponibiliza também uma oferta mais ampla de autores do que os comércios tradicionais, além de títulos novos. “O livro é o nosso principal produto vendido, mas também temos a venda LPs, CDs e revistas”, completou Claudete.

RELÍQUIAS

Na loja, pode-se encontrar ainda uma obra estrangeira de 1894 chamada “Prose”, considerada uma influência decisiva sobre o desenvolvimento da língua italiana, do autor Pietro Bembo. Outra obra ainda mais antiga, vinda da França é o “L’étude du piano Moderniseé”, de 1888, de autoria de Michael Aaron. Segundo Claudete, títulos exclusivos como esses tem a venda garantida por colecionadores fora do Paraná. “Como o site é acessado por pessoas de todos os estados do país, fica fácil para eles encontrar livros raros com estes”, declarou.

  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 2
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 3
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 4
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 5
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 6
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 7
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 8
  • A sedução dos sebos durante a pandemia em Paranaguá 9

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments