Ação conjunta prende suspeito de latrocínio em posto de combustíveis

por Redação JB Litoral
05/04/2016 12:00 (Última atualização: 05/04/2016)

NULL

Na tarde de segunda-feira, 4, foi preso Jonatan Moraes de Oliveira, de 21 anos, o qual é suspeito de envolvimento no latrocínio que vitimou o empresário Nilvo Antônio Milinet, de 54 anos, na noite de sábado, 2. A prisão foi resultado de uma ação conjunta entre investigadores da 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá e policiais militares do 9.° Batalhão.

De acordo com o delegado Nilson Santos Diniz, que comanda as investigações, no dia do crime Jonatan foi apontado como o comparsa de Maick Pereira, de 23 anos, o qual foi baleado ao trocar tiros com o empresário e encontra-se internado sob escolta policial. Na ocasião, enquanto era socorrido, Pereira teria perguntado se Jonatan estava bem.

A prisão de Jonatan ocorreu por volta das 15 horas, quando ele estava em um veículo ocupado por familiares. Conduzido à delegacia, o rapaz negou o envolvimento no crime, mas ficou recolhido à disposição da Justiça por ter em seu desfavor um mandado de prisão temporária. Conforme as informações policiais, dos dois suspeitos, apenas Maick tinha antecedentes criminais.

Deixe um comentário