Advogada pede cassação de João Domero e Câmara aprova Comissão Processante

A Comissão Processante passará investigar todas as denúncias que motivaram o pedido de cassação do prefeito João Domero

por Redação JB Litoral
14/10/2014 23:30 (Última atualização: 14/10/2014)

NULL

O caos instalado no sistema municipal de saúde da cidade de Antonina chegou ao ponto da advogada Ruth Fernandes de Oliveira, protocolar o pedido de cassação do mandato do prefeito João Ubirajara Lopes, o João Domero (PSC), respaldada pela legislação municipal. 

O pedido foi discutido e votado, hoje, às 19hs30, no plenário do Salvador dos Santos Picanço, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Antonina e aprovada pela maioria dos votos.

Na justificativa para o pedido de cassação do prefeito João Domero consta o não cumprimento do orçamento municipal, elaborado pelo prefeito e aprovado no ano passado pelos vereadores, o não pagamento da das parcelas do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Litoral do Paraná (Cislipa), que garante o funcionamento do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) na cidade e, mais recentemente, o fechamento da maternidade que suspendeu os serviços de obstetrícia no município.

O pedido gerou polêmica no Palácio Ypiranga com debates entre os vereadores da base aliada do prefeito João Domero com os da oposição e independentes.

Na votação, a base de oposição e os independentes conseguiram aprovar por cinco votos favoráveis contra quatro contrários. Os vereadores que se posicionaram contra o pedido de cassação foram Roberto Fernandes (PSDB), Jackson Cleyton de Paula Silva (DEM), o Galo Cego, César Luiz Cordeiro (PRTB) e Ademir Rodrigues (PRB), o Barroca. Votaram a favor do pedido de cassação do prefeito João Domero, os vereadores Alceu Alves Salgado (PRB), Givanildo Soares Cabral (PR), José Dutra da Silveira (PR), Odileno Garcia Toledo (PSD) e Marigel Alves Machado (PSC). O vereador Antonio Yukiyoshi Osaki, o Tiba (PSD), não pode comparecer na sessão,

Esta última, única representante do partido do prefeito João Domero na Câmara Municipal.

Com a aprovação do pedido de cassação, foi instaurada uma Comissão Especial Processante (CEP) que terá como presidente o vereador Odileno, o relator será o vereador Giva e como membro ficou o vereador Dutra.

Instituída, a Comissão Processante passará investigar todas as denúncias que motivaram o pedido de cassação do prefeito João Domero.

Deixe um comentário