Amanhã (14), Defesa Civil de Pontal do Paraná entregará telhas para afetados por ciclone bomba

por Luiza Rampelotti
13/07/2020 18:46 (Última atualização: 13/07/2020)

Telhas foram doadas pela Defesa Civil Estadual e chegaram ao município nesta segunda-feira (13). Foto: Divulgação

O “ciclone bomba” que atingiu o Paraná, no final de junho (30), afetou, principalmente, Pontal do Paraná, no litoral do Estado. O temporal, com rajadas de vento de até 120 km/h e chuva de granizo, prejudicou, pelo menos, quatro mil pessoas, sendo que dez ficaram desabrigadas e quatro desalojadas. Na cidade, 40 casas foram danificadas por destelhamento, entre outros, de acordo com a Defesa Civil Estadual.

Por isso, na terça-feira (14), a Defesa Civil irá realizar a distribuição de duas mil telhas para as famílias que foram atingidas e se encontram em situação de vulnerabilidade após o vendaval. De acordo com o secretário municipal do órgão, Vitor Santana, os materiais de cobertura foram doados pela Defesa Civil Estadual, e entregues, nesta segunda-feira (13), no Corpo de Bombeiros da cidade.

Santana explica que 155 famílias estão cadastradas para o recebimento, porém, cada caso será verificado individualmente. “As entregas serão individuais, acompanhadas de uma assistente social municipal”, diz. Ele informa, também, que o município teve casas afetadas em todas as regiões, porém, as que estão em situação mais grave se localizam de Shangri-lá à Praia de Leste, e na área rural da Colônia Pereira.

As telhas que serão distribuídas foram entregues pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, como forma de ajuda humanitária, devido à situação de emergência enfrentada por Pontal do Paraná. Os beneficiados serão aqueles cadastrados previamente pela Coordenação Municipal de Defesa Civil (COMPDEC), logo após o temporal.

Amanhã (14), Defesa Civil de Pontal do Paraná entregará telhas para afetados por ciclone bomba 2
O secretário municipal de Defesa Civil, Vitor Santana, e o coordenador do órgão, Valdinei Fonseca de Souza. Foto: Divulgação

54 municípios afetados

De acordo com o boletim da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, o ciclone bomba atingiu 54 municípios paranaenses, afetando 11.4914 pessoas, sendo que 332 ficaram desalojadas e 34 desabrigadas. Além disso, foram registrados 11 feridos e 1.708 casas danificadas.

Outra cidade do litoral paranaense que foi bastante prejudicada é Guaratuba, especialmente em sua área rural, onde quase 100% da produção de banana foi devastada. O município é o maior produtor da fruta do Estado e, devido aos estragos causados pelo vendaval, decretou situação de emergência.