Antonina recebe Projeto Justiça no Bairro

Ao final do evento foi realizado casamento coletivo de 61 casais, que tiveram a oportunidade de oficializar o casamento

por Redação JB Litoral
12/11/2014 16:00 (Última atualização: 12/11/2014)

NULL

No último sábado (8/11) a equipe do Projeto Justiça no Bairro esteve em Antonina, litoral do estado, para o atendimento da população local, resultando na conclusão de 150 processos, entre eles Interdição, incidentes de insanidade, família e averiguações oficiosas de paternidade, além da demanda reprimida e litigiosos, totalizando mais de 2.000 atendimentos.”Como sempre o resultado foi extremamente proveitoso em face da realização de perícias de interdição, realizadas pelos médicos Vanessa Barros, Ivan Pinto Arantes, este do Complexo Médico Penal, bem como do médico do Exército Brasileiro José Nilton Marcus Flauzino, importante parceiro do Projeto Justiça no Bairro, afora as coletas para as perícias de DNA, que permitiram o impulsionamento dos autos, trazendo satisfação a população que ansiosa esperava a resposta, permitindo o sucesso do evento”, enfatizou a Desembargadora Joeci Machado, coordenadora do projeto.

O evento contou com a ativa participação dos Juízes da Comarca de Antonina/PR Louise Nascimento e Silva e Emanuela Costa Almeida Bueno, Rafael de Carvalho Paes Leme; do magistrado Sérgio Decker, da Comarca de Candido de Abreu/PR; dos representantes do Ministério Público Ricardo Scartezini Marques e Kelly Vicentini Neves Caldeiras, que se dedicaram no atendimento das audiências e da população, permitindo a agilização dos feitos, com a entrega da prestação jurisdicional. Também possibilitou o sucesso do evento a Defensoria Pública do Município, que realizou o atendimento da demanda litigiosa junto à população vulnerável economicamente.

O evento contou com a parceria do Sistema Fecomércio/SESC Cidadão, Prefeitura Municipal, ICI – Instituto Curitiba de Informática, Copel, Laboratório Dnalab, Cartório de Registro Civil, FAE por intermédio dos professores Karlo Messa Vettorazzi e Tania Francisca dos Santos, alunos e Professores da Uninter e, com a dedicação dos servidores do Poder Judiciário e funcionários dos cartórios da Comarca, que trouxe a resposta da efetiva solidariedade e garantia da cidadania. A parceria com o Instituto de identificação, que confeccionou mais de 180 carteiras de identidade à população, em especial o atendimento à todas as crianças da APAE.

O Hospital Erasto Gaertner também teve usa participação no evento atuando na prevenção de câncer bucal, possibilitando dois encaminhamentos para o respectivo tratamento.

Ao final do evento foi realizado casamento coletivo de 61 casais, que tiveram a oportunidade de oficializar o casamento, a cargo e responsabilidade do Sistema Fecomércio- SESC/SENAC por intermédio do Projeto Sesc/Cidadão.

Deixe um comentário