PUBLICIDADE

Reajuste previsto em contrato do ferry-boat de Guaratuba eleva tarifa de veículos em R$ 0,30

por Cleverson Teixeira
26/03/2020 15:44 (Última atualização: 26/03/2020)

Novos valores entram em vigor após publicação de portaria em diário oficial. Contrato assinado em 2009 prevê reajuste anual da tarifa. Foto Jorge Woll – SEIL/DER.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) publicou, na terça-feira (24), no Diário Oficial do Paraná, a portaria número 090/2020, autorizando a concessionária Travessia de Guaratuba S.A. a reajustar a tarifa básica da travessia por ferry-boat, na Baia de Guaratuba, no litoral do estado.

Os usuários que utilizarem veículos, caminhonete e furgões, com até dois eixos, pagarão R$0,30 a mais na tarifa. De R$ 7,10, a taxa cobrada para esses automóveis passa para R$7,40, podendo chegar a R$ 51,40 no caso de caminhão com reboque e caminhão-trator com semirreboque.

Reajuste previsto em contrato do ferry-boat de Guaratuba eleva tarifa de veículos em R$ 0,30 2
Os preços variam de R$7,40 a 51,40

Essa correção anual tarifária do ferry-boat está prevista no contrato 047/2009, o qual define a concessão do serviço de transporte coletivo aquaviário no município de Guaratuba. O ajuste no valor das travessias já foi homologado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (AGEPAR). O pedido de aumento da tarifa passa pelo DER, que faz o cálculo do novo reajuste por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Depois de revisado e corrigido pelo Departamento de Estradas, o novo valor é encaminhado à AGEPAR.

Nova Concessão

Está tramitando, internamente, o edital para licitar a nova concessão de exploração do serviço público de transporte coletivo aquaviário de veículos e passageiros na travessia da Baía de Guaratuba. No estudo consta inovações tecnológicas de melhoramento, segurança e conforto dos usuários e funcionários que operam a balsa. Estão previstas, também, melhorias com relação ao meio ambiente, além de oportunidades comerciais. O prazo previsto para a realização do projeto é de 10 anos.

A prorrogação do contrato atual já está sendo preparada, levando em consideração os prazos legais de conclusão da nova licitação, assim como a necessidade de manter o serviço em funcionamento sem qualquer tipo de interrupção.

Coronavírus

Com o objetivo de prevenir e controlar a transmissão do Covid-19, o DER/PR publicou uma ordem de serviço, com medidas que deverão ser adotadas durante a travessia entre Matinhos e Guaratuba. Os passageiros passam a ser orientados a permanecer dentro dos veículos para evitar aglomerações. Também serão fixados cartazes com informações sobre a pandemia e, nas bilheterias e cabines de comando, será disponibilizado álcool em gel para todos os usuários da balsa.

Com informações da AN-PR