Bala de banana de Antonina ganha selo e é reconhecida como produto típico da cidade

por Redação JB Litoral
29/12/2020 22:08 (Última atualização: 3 semanas atrás)

Por Marinna Protasiewytch

Um dos símbolos do litoral paranaense, a bala de banana de Antonina ganhou mais um reconhecimento. Após participar de uma série de avaliações, o tradicional doce da região recebeu o selo de Indicação Geográfica (IG) do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), o que significa que agora, a bala terá a Indicação de Procedência (IP), que coloca o município antoninense como centro de referência da sua produção.

O pedido foi feito através da Associação dos Produtores de Bala de Banana de Antonina e Morretes, em setembro de 2019. Pouco mais de um ano depois, o órgão competente emitiu a certificação e os empresários do ramo comemoraram a conquista.

Para a presidente da associação, Maristela Mendes, a luta foi grande até a conseguir o selo de IG. “Receber essa concessão foi gratificante, pois é a prova de que nosso trabalho e dedicação valeu a pena. Temos certeza que esse registro é apenas o começo de uma história linda para a nossa região”, exaltou a representante dos produtores de bala de banana de Antonina.

Apenas duas empresas estão autorizadas a utilizar o selo, as tradicionais Indústria Floresta, da Bananina e a Indústria Soter, da Bala de Banana de Antonina.

Para Bárbara Krenk, herdeira da Indústria Floresta, esta é uma vitória enorme. “Todo o nosso litoral será agraciado com essa conquista. A bala de banana é algo nosso, e ter a IG fará com que pessoas de todos os cantos do país queiram nos conhecer. Nós conhecemos regiões que foram transformadas em super destinos graças aos produtos de origem, como os queijos produzidos na Serra da Canastra, por exemplo”, detalhou Bárbara.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Já Rafaela Takasaki, uma das herdeiras da Indústria Soter, acredita que o selo “fortalece e valoriza nossas marcas, garante a qualidade e origem do nosso produto e nossa cidade ganha em divulgação, atrai visitantes entre tantos outros benefícios que uma indicação geográfica pode trazer a uma região”.

Obtenção do registro

Bala de banana de Antonina ganha selo e é reconhecida como produto típico da cidade 2
Produto típico da região precisou de comprovação documental de sua história para conseguir o selo

Segundo estado da região sul com mais produtos com Indicação Geográfica atestada pelo INPI, o Paraná possui agora nove itens com esta certificação. Bárbara Krenk comemora o selo e afirma que “a Indicação Geográfica vem para proteger a origem e evidenciar a região produtora. Para o consumidor, esse selo é garantia de qualidade e tradição. Para o produtor é a certeza de que o seu trabalho é reconhecido e seu produto terá valor agregado”.

O processo todo teve auxílio do Sebrae-PR que prestou a consultoria para organizar os registros e informações necessárias para que o pedido fosse aceito pelo INPI. “Foram 5 anos de trabalho em cima desse pedido, até chegar o dia de hoje. Nós já sabíamos o quanto o nosso produto merecia esse reconhecimento, mas não bastava apenas isso. Tivemos que ir atras de acervos históricos, reunir documentos e defender o quanto era merecido essa conquista”, conclui Maristela Mendes.

“O selo nos deu o reconhecimento de notoriedade para nosso produto e a sua relação com a cidade. Antonina ser reconhecida como a cidade da bala de banana”, finaliza Rafaela Takasaki.

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments