BID: Domingos Peneda continua com duas faixas amarelas na pista

Em junho, a coordenadora da UGP do BID, Lis Alberti, disse que a sinalização foi feita errada e distorções na Rua Domingos Peneda seria arrumada. Até hoje não foi.

por Redação JB Litoral
02/11/2013 00:00 (Última atualização: 02/11/2013)

NULL

Convocada pelo vereador Arnaldo Maranhão (PSB), a Secretaria de Governo da prefeitura de Paranaguá, Maria Angélica Lobo Leomil, na semana passada esteve na Câmara de Vereadores, falando sobre a situação das obras do Programa Integrado de Desenvolvimento Social e Urbano com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Na oportunidade a arquiteta Lis Gracieli Alberti, Coordenadora Geral da Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP) do BID e sua equipe acompanharam a participação da Secretária de Governo. Depois da exposição do Programa, Maria Angélica passou responder as perguntas dos vereadores, mas foi a Coordenadora da UGP, Lis Alberti, o alvo de uma intensa cobrança por parte de diversos vereadores. Para os vereadores Marcio Costa (PRP) e Sandra Regina das Neves (PDT), na participação da Coordenadora neste ano, ela pecou em informações e na promessa de envio de documentos, solicitados durante a sessão.

Lis Alberti não escapou da comparação entre o trabalho realizado no ano passado pelo engenheiro Rui Ribeiro e o que vem sendo feito. O vereador Marcio Costa destacou que, no ano passado, em sete meses o volume de recursos gastos com obras foi de R$ 2,6 milhões, enquanto que este ano, em 10 meses, poderá se chegar a um total de gasto dos recursos do BID de R$ 543 mil. Ele destacou que se continuar neste volume, não será possível usar todos os recursos do BID nos próximos três anos, quando encerra o prazo para concluir todas as obras.

Entre as cobranças feitas, as distorções de sinalização horizontal e vertical foi cobrado da Coordenadora, que garantiu ter solucionado o problema com as alterações, apos o encerramento das obras pela empresa SBS Engenharia dos contratos 178 e 179. Ela disse que as alterações na sinalização foram repassadas para Secretaria de Serviços Urbanos e para o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) que já efetuou a retirada de algumas placas em excesso.    

Contudo, vale lembrar que, em junho, o JB cobrou a revisão de um conflito de sinalização horizontal e vertical existente na Rua Domingos Peneda.  Sendo que a principal delas, tem gerado problemas aos moradores residentes do início até o encontro com a Avenida Roque Vernalha, na altura do Serviço Social do Comércio (SESC), que é a sinalização de faixa amarela em ambos os lados da via pública. A sinalização impede os moradores de estacionarem diante de suas residências. Da mesma forma, proibe o comércio e prestadores de serviços, que seus clientes estacionem para adquirirem seus produtos e contratarem serviços.

Na épooca, procurada pelo JB, Lis Alberti, admitiu a existência dos conflitos e informou que um relatório contendo todos os conflitos da sinalização, tanto vertical como horizontal, entre elas, o da Rua Domingos Peneda já estava elaborado e seria discutido com o representante do BID que estaria por vir a cidade.

Esta situação também foi cobrada da Coordenador da UGP e ela disse que a solução, agora, compete ao Demutran e Secretaria de Obras, e o que competia a UGP já estava realizada.

Deixe um comentário