BPMA apreendeu 25 mil metros de redes e resgatou 70 pássaros

por Redação JB Litoral
04/02/2014 00:00 (Última atualização: 04/02/2014)

NULL

Desde o início da “Operação Verão Paraná 2013/2014”, o Batalhão de Polícia Ambiental (BPMA) já realizou mais de 100 autuações por crimes ambientais no litoral paranaense, entre prisões em flagrante, Termos Circunstanciados (TCs) e ofícios ao Ministério Público do Paraná. Redes de pesca, aves silvestres e madeira nativa foram apreendidos pelos policiais militares durante ações de patrulhamento nas baías e em mar aberto do Paraná.

Até agora, foram apreendidos 25.000 metros de redes de pesca utilizados de forma irregular, prejudicando o meio ambiente. Além disso, foram apreendidos 6.000 m3 de madeira nativa durante fiscalizações e abordagens dos policiais militares. “Quando fazemos a vistoria nos caminhões, encontramos cargas com madeiras sem a comprovação da origem da madeira, o que nos leva a apreender muita madeira de desmate”, disse o coordenador das atividades da unidade na “Operação Verão Paraná 2013/2014”, capitão Durval Tavares Júnior.

Ainda segundo o oficial, 105 pessoas acabaram autuadas por crimes ambientais, sendo 12 flagrantes, 45 pessoas que assinaram o Termo Circunstanciado (TC) e responderão pelos crimes à Justiça e mais 52 autuadas e encaminhado ofício ao Ministério Público. “Nessa temporada, temos trabalhado incansavelmente pela manutenção e zelo à natureza, evitando que a fauna e flora do nosso estado se acabe”, falou o capitão Tavares.

Segundo o capitão, a PM conta nessa temporada com embarcações que são úteis no patrulhamento em mar aberto e nas baías que contornam o estado paranaense. “Nossas embarcações funcionam 24h por dia, sem interrupção no patrulhamento, o que aumenta o número de autuações e de flagrantes, principalmente na questão da pesca predatória, que aumento esse ano”, explica.

Deixe um comentário