CAB apoia realização da 200ª Festa de Nossa Senhora do Rocio

Festa da Padroeira do Paraná terá descontos no consumo de água e isenção da taxa de mão de obra.

por Redação JB Litoral
12/11/2013 00:00 (Última atualização: 12/11/2013)

NULL

O Santuário de Nossa Senhora do Rocio, em Paranaguá, segue, até o próximo dia 17, as festividades em celebração a Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Estado. Assim como nas edições anteriores, a Diocese receberá descontos na fatura de água e esgoto durante o período festivo. A iniciativa é da empresa CAB Águas de Paranaguá, concessionária dos serviços de água e esgoto do município.

A concessionária vai atender aos fieis e organizadores do evento instalando, sem custos, pontos de abastecimento de água que forem usados nos dias de celebração, beneficiando cerca de 550 mil pessoas que devem se reunir às festividades. A conta de água e o consumo realizado por caminhões-pipa receberão descontos de 50%. Além disso, a taxa de tratamento de esgoto também terá um abatimento de 75% e a mão de obra da CAB utilizada durante a festa será gratuita.

Sergio Bovo, gerente-geral da CAB Águas de Paranaguá, informa que, esse ano, para melhorar ainda mais o suporte, a empresa providenciou obras para aumentar a vazão, com a substituição de tubulações de maior diâmetro. “O serviço de esgoto também foi beneficiado com inspeções e limpezas das caixas. A CAB também se compromete a disponibilizar o caminhão-pipa durante todo o encontro, a fim de garantir o abastecimento”, conta.

Para ele, participar desse evento de fé é um compromisso da empresa durante os anos. “Sabemos da importância da presença da CAB nessa celebração religiosa e do benefício que a empresa proporciona à população participante, oferecendo água de qualidade durante todo o período de festividades”, diz.

Tradição – Completando 200 anos de história, a Festa Estadual de Nossa Senhora do Rocio, Padroeira do Paraná, marca a história dos católicos paranaenses. O jubileu de dois séculos é comemorado com o maior evento popular do sul do Brasil e o quarto do país.

Deixe um comentário