Campanha de Beto Richa é a única que está nas ruas em Paranaguá

A senadora Gleisi Hoffmann é a única, dos três principais candidatos, que ainda não possui comitê e nem propaganda nas ruas.

por Redação JB Litoral
23/08/2014 20:20 (Última atualização: 23/08/2014)

NULL

Reflexo direto da campanha ter sido a primeira e única ganhar as ruas e avenidas de Paranaguá, o governador Beto Richa (PSDB) liderou a primeira pesquisa Datafolha, realizada após o registro das candidaturas no TSE. Na pergunta estimulada, quando é apresentado um cartão com o nome de todos os candidatos, Richa obteve 39% contra 33% do senador Roberto Requião, o que foi considerado pelo Datafolha como empate técnico. A senadora Gleisi Hoffmann (PT) obteve 11%, seguido de Bernardo Pilotto (PSOL) e Ogier Buchi (PRP) cada um, 1%. Tulio Bandeira (PTC), Geonisio Marinho (PRTB) e Rodrigo Tomazini (PSTU) foram citados, mas não alcançaram 1%. Brancos ou nulos somam 5% e indecisos 10%.

Com a campanha nas ruas, Beto Richa pode ser visto nos diversos cavaletes colocados na área central, praças e avenidas de grande movimentação. Cabos eleitorais também estão nas esquinas dos semáforos com enormes bandeiras com o número 45, que também é o mesmo do candidato a presidente da república, Aécio Neves. O partido também instalou um comitê partidário para administrar a campanha majoritária, que fica no prédio do antigo colégio Girassol. O senador Roberto Requião, que foi o primeiro a abrir seu comitê de campanha no prédio onde funcionou a agência da Caixa Econômica Federal, ainda não levou sua campanha para as ruas.

A senadora Gleisi Hoffmann é a única, dos três principais candidatos, que ainda não possui comitê e nem propaganda nas ruas. Apenas os candidatos da campanha proporcional, André Pioli (candidato a deputado estadual) e Ângelo Vanhoni (candidato a deputado federal), estão com suas campanhas na rua, porém, sem o rosto e o número das candidaturas majoritárias de Gleisi Hoffmann e Dilma Rousseff.

Até o mês passado havia a intenção dos coordenadores da campanha de Gleisi Hoffmann de instalarem num pequeno imóvel na Rua Dr. Leocádio, mas optou-se por usar a mesma estrutura logística da campanha do candidato André Pioli. A ausência de uma estrutura da candidata da presidente da República chamou a atenção nas redes sociais e a empresária Jéssica Ketyscia Fernandes, proprietária do JB, fez um comentário neste sentido, lamentando esta falha, que foi comentando por diversos formadores de opinião, que concordaram com sua colocação, inclusive militantes do PT que atuam na cidade.

Após o comentário postado no facebook na sexta-feira (15), o ex-militante do PT, hoje no PV, Paulo Barbosa, informou que um comitê da senadora Gleisi Hoffmann seria aberto no prédio novo, onde funcionou a panificadora Gato que Ri. Vale dizer que este imóvel foi sondado, no mês passado, para receber a estrutura da campanha da senadora, mas acabou sendo descartado pelo alto valor da locação.

A reportagem do JB registrou ontem (18) o imóvel e observou no seu interior diversas peças da campanha da senadora Gleisi Hoffmann, mas não havia nenhum mobiliário e pessoas trabalhando. Até o fechamento desta edição o prédio continuava fechado.

Deixe um comentário