Categoria reconhece trabalho e Marcos Ventura é reeleito nos Vigias Portuários

por Redação JB Litoral
03/06/2020 16:54 (Última atualização: 03/06/2020)

Em 2017, na primeira defesa de sua gestão, à frente da diretoria do Sindicato dos Vigias Portuários de Paranaguá, o presidente Marcos Ventura Alves foi reeleito com 56% da disputa contra Mário Cesar Elias Roque, o Maruca, irmão do prefeito da cidade, Marcelo Elias Roque (Podemos), e do então presidente da Câmara Municipal, Marquinhos Roque (Podemos).

No sábado, em nova disputa pelo comando da categoria, o presidente venceu, dessa vez, o associado Juliano Ferreira Peres, que defendeu a Chapa 02, conquistando 60% do total de votantes.

As urnas fecharam com a Chapa 1 de Marcos Ventura fazendo 45 votos, enquanto que a 2, obteve 29 votos e apenas um associado anulou seu voto, totalizando 70 votantes.

Mais uma vez, a Frente Intersindical comandou o processo eleitoral, por meio do seu presidente e também do Sindicato dos Estivadores, João Baptista Lozano, do presidente Oziel Felisbino e dos Portuários, Adilson Cordeiro da Silva. Também compôs a mesa dos trabalhos o secretário dos Arrumadores, Eliel Teodoro dos Santos, além de outras importantes lideranças dos avulsos.

Num clima de tranquilidade, a eleição ocorreu na sede sindical das 8 às 14 horas e contou com a participação da maioria dos associados.

Apesar que a Chapa 2 entrou ação judicial com pedido de liminar, numa tentativa de impedir que os novos associados, oriundos da migração do Sindicato dos Consertadores, participassem do processo eleitoral. Porém, a juíza, após análise detalhada do processo, indeferiu o pedido, resguardando aos novos associados o direito democrático ao voto.

Levando em conta a pandemia de coronavírus que assola o mundo, o processo eleitoral atendeu todas as exigências de segurança e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e o recente Decreto Municipal, 2012/2020, em vigor desde sexta-feira (29).

Foram disponibilizados recipientes com álcool em gel em todos os pontos de acesso dos trabalhadores portuários avulsos, que participaram da votação e organização. Além da cobrança, pela direção sindical, do uso de máscaras e o cuidado com o distanciamento social entre os associados.

Quem é o presidente reeleito

Categoria reconhece trabalho e Marcos Ventura é reeleito nos Vigias Portuários 4
Presidente Marcos é reeleito para seu terceiro mandato

Funcionário do sindicato de 1983 até 1995, quando passou a integrar o quadro social, o presidente Marcos Ventura assumiu em 2014 a entidade sindical cheia de dificuldades e reeleito em 2017. Com a união e dedicação do seu quadro de diretores, transformaram o sindicado nos últimos seis anos.

No ano passado, fez fusão com o Sindicato dos Consertadores de Carga e Descarga dos Portos do Paraná, que agregou mais 30 TPA’s à entidade. Dessa forma, o sindicato dos Vigias Portuários passou a contar com um quantitativo de 92 trabalhadores.

Entre as conquistas da diretoria, ele destacou o aumento real nos ganhos da classe, por meio da Convenção Coletiva de Trabalho assinada com o Sindicato dos Operadores Portuários (Sindop) que vai até 2021 e permitiu reajustes que chegaram a 114,78% aos vigias. “Além disso, também conseguimos o retorno dos Vigias Portuários ao Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP). Foram oito anos sem que o TCP requisitasse os vigias e, atualmente, são mais de 150 requisições mensais”, lembrou Marcos. 

Nessa busca por nova reeleição, o presidente contou com o apoio público do prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque. Na semana passada, ele declarou o apoio na estreia do programa da Intersindical nas redes sociais. “Não fico em cima do muro. Apostei em Lozano, em Oziel e no Lindonei, agora, apoio Marquinhos nos Vigias, por todas as conquistas que ele obteve para o sindicato”, afirmou o prefeito.