Cicloturismo poderá se tornar opção para Antonina e Guaraqueçaba

Estudantes da UFPR elaborarão estudo visando incentivar a evolução da atividade turística na PR-405, que liga Guaraqueçaba a Antonina.

por Redação JB Litoral
28/08/2014 18:50 (Última atualização: 28/08/2014)

NULL

Nos dias 07 e 08 de agosto, estudantes da Universidade Federal do Paraná (UFPR), divulgaram a elaboração de um roteiro voltado ao cicloturismo no litoral do Paraná. Os alunos pertencem ao centro de Estudos do Mar (CEM) da UFPR, elaborarão um caminho voltado ao turismo “de pedal” na PR-405, conhecida como Estrada da Banana, que liga Antonina a Guaraqueçaba.
A elaboração do roteiro turístico faz parte da disciplina de Turismo e Natureza do curso de Oceanografia do CEM, com estudos realizados em Pontal do Paraná. A disciplina procura encontrar alternativas que mesclem a atividade turística com a preservação da natureza no litoral paranaense. A estrada é uma opção de conhecer a Mata Atlântica da região, tudo isso através da bicicleta, sem nenhum tipo de agressão ao meio ambiente.

A avaliação cicloturística da Estrada foi feita entre os dias 7 e 8 de agosto, quinta e sexta-feira da última semana, uma “avaliação turística rápida”, segundo o que informam os acadêmicos. Com os dados obtidos, foi possível basear o início de uma estruturação que fará um roteiro cicloturístico na PR-405, algo que deverá trazer turistas e eventos para a região.
A região onde a avaliação ocorreu faz parte da Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaraqueçaba. Com o estudo feito, a intenção é aumentar a divulgação das viagens de bicicleta no litoral paranaense, algo que já é feito na região. O professor e idealizador da atividade é José Claro da Fonseca Neto, doutor em Meio Ambiente e Desenvolvimento Costeiro.

Sobre o cicloturismo

O cicloturismo é uma área em expansão no Brasil, que busca incentivar o turista a conhecer as áreas turísticas de bicicleta, estabelecendo uma relação mais próxima com atrativos naturais, históricos e culturais. No país há inclusive o Circuito Brasileiro de Cicloturismo, com mais de 50 edições feitas em vários municípios. A elaboração do estudo e divulgação poderá fazer com que a Estrada da Banana seja inclusa nesse circuito.

 

 

Deixe um comentário