Complexo Poliesportivo “Mário Lobo” será reativado na Ilha dos Valadares

por Redação JB Litoral
16/03/2018 09:08 (Última atualização: 16/03/2018)

Piscina é motivo de preocupação com dengue e cloro tem sido despejado na água

O Complexo Poliesportivo “Mário Lobo” foi construído com recursos do Provopar e da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina – Appa. Foi inaugurado em dezembro de 2007 pelo Governador Roberto Requião, com o intuito de fomentar a prática esportiva na Ilha dos Valadares. O complexo contempla uma cancha de areia, uma cancha coberta para basquete e uma piscina semiolímpica, além de almoxarifado e uma sala para escritório.

Localizado às margens do Rio dos Correia, na região conhecida como “Mar de Lá”, o espaço foi utilizado pelos alunos do Colégio Cidália Rebello Gomes e também pelo projeto “Verão Litoral”, o qual envolvia todos os moradores. Com o passar do tempo, o local foi ficando sem utilidade após uma ordem de recolhimento da professora de Educação Física e de seus alunos ao espaço escolar e passou a ser alvo de furtos de alguns  materiais esportivos e a bomba da piscina, tornando-a sem condições de uso.

Os vândalos estouraram o cadeado do portão da casa da máquina e levaram a bomba”, contou a professora.

Atualmente existe um responsável pela vigilância e conservação do espaço, mas, segundo ele, não há o que se fazer, a não ser proteger o que resta do Complexo.

“Cuido da piscina para que não se torne criadouro do mosquito da dengue, colocando cloro na água da chuva que se acumula, pois não há com retirá-la”, disse o funcionário.

No ano passado houve uma reforma na cobertura da cancha principal, mas continuou sem atividades esportivas regulares, servindo apenas para a realização de eventos religiosos e brincadeiras entre os jovens do entorno. A quadra passou a ser utilizada sem critério e, por fim, acabou sendo danificada, precisando de uma reforma total dentro dos padrões esportivos.

De acordo com as informações obtidas pela reportagem do JB Litoral, há uma proposta, por parte da Secretaria de Esportes do município, em administrar e gerir várias modalidades esportivas naquele local, bastando somente a aprovação de uma lei na Câmara Municipal autorizando o acordo de comodato entre o município de Paranaguá e a Secretaria de Estado da Educação, por meio do Núcleo Regional de Paranaguá.

Complexo Poliesportivo “Mário Lobo” será reativado na Ilha dos Valadares 2

Sujeira no fundo da piscina inibe seu uso

Complexo Poliesportivo “Mário Lobo” será reativado na Ilha dos Valadares 3

A falta de estrutura e equipamentos adequados restringe a atividade na quadra

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Complexo Poliesportivo “Mário Lobo” será reativado na Ilha dos Valadares 4

Campo está cheio de poças d’água

INTERESSE

O relato da Secretaria Municipal de Esportes informa que “a conversa” com o governo do Estado está bem adiantada e tudo levar a crer que o município assuma, em breve, a responsabilidade do Complexo Poliesportivo da Ilha dos Valadares.

Conforme o que foi apurado, a municipalidade tem interesse em aplicar atividades esportivas na Ilha dos Valadares, utilizando o espaço já disponível e adequado para diversas modalidades. Segundo os responsáveis pelos esportes na cidade, em breve deverá ser lançado o Edital de Chamamento Público para os projetos de handebol de quadra, de areia, futsal e futebol 7, basquetebol, vôlei de praia e de quadra, tênis de mesa, ginástica, ginástica funcional, futebol, karatê, boxe e capoeira, entre outros, além de projetos esportivos para pessoas com necessidades especiais, no valor de R$ 2.100.000, contemplando toda a cidade. Os projetos têm 30 dias para serem protocolados com todas as exigências cabíveis em Edital.

 

 

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments