Copadubo promove palestra sobre a conscientização do Outubro Rosa

Empresa buscou, de maneira praticamente inédita, levar conhecimento às colaboradoras por meio de uma palestra do Instituto Peito Aberto

por Redação JB Litoral
29/10/2020 19:27 (Última atualização: 30/10/2020)

Palestra conscientiza colaboradoras da Copadubo para a prevenção do câncer de mama

Por Marinna Protasiewytch

As cores cor de rosa, que iluminam os principais símbolos de Paranaguá, já preveem o que todo o mês de outubro traz consigo, a conscientização para com o câncer de mama. A doença é o tipo que mais acomete as mulheres e, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são previstos mais de 66 mil novos casos do câncer mamário no Brasil, em 2020.

Com a preocupação de alertar colaboradoras e ajudar a prevenir esse mal, que tem cura se descoberto precocemente, a Copadubo promoveu uma palestra inédita em parceria com o Instituto Peito Aberto. No dia 8 de outubro, cerca de 30 funcionárias da cooperativa puderam conhecer um pouco da história de Mara Baione, que há 9 anos descobriu que estava com câncer de mama.

Após o tratamento, Mara passou a integrar a equipe de Instituto Peito Aberto e compartilha a sua história com mulheres de todo o litoral do Paraná. “É um misto de sensações, revivemos toda a nossa dor no outubro, mas mantemos essa história viva para impactar outras mulheres. Sempre que trazemos a memória vem de novo aquele fantasma, mas seguimos firmes porque o importante é alcançar mulheres e despertar esse autoconhecimento”, destacou a palestrante Mara Baione.

Suelen de Morais Araujo, secretária executiva da Copadubo, explicou que a ideia foi conscientizar e promover uma tarde de descobertas e prevenção com as colaboradoras. “A palestra foi uma iniciativa de uma colaboradora que faz trabalho voluntário no Instituto, e nós ouvimos das participantes que a palestra foi uma maneira de conscientizar e ajudar na prevenção contra o câncer de mama. Todas as funcionárias, que participaram do evento, ganharam máscaras e camisetas”, destacou Suelen.

“Levamos nossos exemplos de luta contra o câncer e o que tivemos que transformar a partir da doença, para que essas mulheres entendam que muitas dessas transformações é possível que aconteçam antes da doença aparecer e que podem salvar suas vidas”, enfatizou Fabiana Parro, diretora executiva do Instituto Peito Aberto.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Copadubo promove palestra sobre a conscientização do Outubro Rosa 1
Vídeos e imagens ajudaram a mostrar as formas de autocuidado com o corpo da mulher

Autocuidado é o melhor remédio

Entre as medidas que contribuem para prevenir o câncer de mama estão a adoção de comportamentos protetores, como seguir uma alimentação saudável, praticar atividades físicas com regularidade, evitar bebidas alcoólicas e manter o peso adequado. Essas ações são capazes de evitar 28% de todos os casos da doença. Mas mais do que isso, conhecer o próprio corpo e realizar o teste periodicamente pode salvar muitas vidas.

Para Mara Baione, que realiza palestras sobre a sua experiência de vida, cada um escolhe como vai viver e a consequência disso passa por detalhes importantes, como o autocuidado. “Somos nossas escolhas. Quem não arruma tempo para se cuidar, um dia terá que arrumar tempo para se tratar”, frisou. A palestrante, e exemplo de perseverança, concluiu afirmando que “por mais difícil que seja o caminho, é possível transformar a nossa vida e das pessoas que amamos. Lute, há vida depois do câncer. Sou uma sobrevivente, vivo um dia de cada vez e você que está passando por isso também viverá. Hoje sou outra pessoa, uma pessoa melhor, sinceramente, me amo muito mais do que ontem”.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments