Coronavírus: Governo do Paraná permite funcionamento de igrejas com até 30% da lotação máxima

por Redação JB Litoral
22/05/2020 09:42 (Última atualização: 22/05/2020)

Uma resolução da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) permite o funcionamento de igrejas no Paraná com até 30% da lotação máxima a partir de sexta-feira (22). O protocolo foi publicado nesta quinta-feira (21).

Regras criadas pelo Centro de Operações em Emergências (COE) são consideradas rígidas pelo governo para o enfrentamento ao novo coronavírus. O Paraná tem 141 mortes e 2.810 casos confirmados da Covid-19, segundo a Sesa.

O documento, que conta com 34 artigos, também determina que no espaço destinado ao público deverá ser observado o afastamento mínimo de dois metros entre as pessoas e o uso de máscaras.

De acordo com o protocolo, devem ser disponibilizados preferencialmente cadeiras e bancos de uso individualizado. No caso do uso de bancos coletivos, o móvel precisará ser reorganizado e demarcado, de forma a garantir que as pessoas mantenham o afastamento mínimo.

Ainda segundo a normativa, as celebrações religiosas precisam evitar práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico, como dar as mãos, beijos, abraços, apertos de mãos, entre outros.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Os elementos de ritos religiosos também devem ser entregues na mão do fiel – e não na boca. Os templos e espaços devem dar condições para que as pessoas higienizem as mãos com álcool 70%.

A Sesa não recomenda a participação de pessoas em grupos de risco, como maiores de 60 anos, gestantes, hipertensos e diabéticos.

Fonte: G1