Cresce o número de crianças e adolescentes com COVID-19

por Redação JB Litoral
06/07/2020 18:20 (Última atualização: 06/07/2020)

Foto: Bigstock

Crescimento de 765% de casos de COVID-19, entre crianças e adolescentes, preocupa autoridades da Saúde no ParanáO crescimento foi nos casos entre crianças, adolescentes e jovens desde o fim de maio. A faixa etária de dez a 19 anos foi a que mais registrou casos em todo o Paraná. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa), até 31 de maio, o boletim epidemiológico apresentava 170 casos confirmados da COVID-19 nessa faixa de idade, agora são 1,3 mil. Um crescimento de 765%.

As cidades de Curitiba, 139 casos, Cascavel, 124 casos, e Londrina, 61 casos, foram as que mais registram aumento de casos. Depois, aparece Toledo, com 54 casos. A Sesa alerta para o crescimento dos casos em adolescentes acima dos 16 anos. O número da Covid-19 entre crianças e adolescentes tem preocupado as autoridades de Saúde no Paraná.

Fatores

Para a Sesa, a explicação está em dois fatores: o primeiro é o acesso dos jovens no mercado de trabalho, o outro, às aglomerações em meio à pandemia. “Acho que é a faixa etária mais difícil de a gente conseguir que fique em casa, e o jovem sempre está em grupo. Sai para beber, sai para comemorar. As aglomerações impactaram nos nossos números no Paraná”, afirmou a diretora de atenção e vigilância da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os sintomas nesta faixa etária geralmente são leves e, na maioria dos casos, não há complicações. Contudo, os infectados podem transmitir a doença para outras pessoas em situação de risco. Essa é principal preocupação da Sesa.

“Eu vou dizer o que tenho dito sempre: que nos ajude, ter um pouquinho de paciência, deve ficar em casa, deve cuidar de si e cuidar da sua família. Conversar pelo WhatsApp, pelo computador. Eles têm muitas maneiras e são muito práticos em relação a isso. Que aguentem um pouquinho, nós vamos ter que sair dessa situação, da pandemia, juntos. E pedimos o apoio de todos e de todas as faixas etárias, muito especialmente dos nossos jovens”, disse Maria Goretti.

Com informações do G1 Paraná