Depois antecipar extinção do COLIT, Justus não informa resultado da reunião com Richa

por Redação JB Litoral
24/06/2016 18:14 (Última atualização: 24/06/2016)

NULL

Deputado Justus anunciou a boa nova e depois se calou

Depois de anunciar com quatro dias de antecedência a decisão do governador Beto Richa (PSDB) de extinguir o Conselho de Desenvolvimento Territorial do Litoral (COLIT), deputado estadual Nelson Justus (DEM), não deu retorno da reunião que consolidaria antiga e unânime reivindicação das cidades do litoral.

 O silêncio do deputado preocupa autoridades, empresários e a população de mais de 200 mil pessoas dos seis municípios que têm seu crescimento econômico e desenvolvimento prejudicado pela ineficiência e marasmo do COLIT há anos.

 A publicação de Justus ocorreu no dia 8, durante um debate sobre o assunto no grupo de whatsapp “2016 é nosso”, onde postou a posição favorável do governador em acabar com o COLIT. Em primeira mão quero anunciar a vocês que, após longa conversa com o Governador Beto Richa, ficou acordado que, por decreto, o governador irá extinguir o malfadado COLIT. Isso acontecerá nos próximos dias. Parabéns a todos. Viva o nosso litoral e recebam um abraço permanente. Parte da missão cumprida”, postou o deputado às 20h28m aos integrantes do grupo, do qual também faz parte.  (Clique e veja a imagem )

Diante da afirmação, o JB fez contato com o deputado por telefone que confirmou sua postagem e informou que se reuniria com governador Richa e o deputado estadual Tião Medeiros na segunda-feira (13) no Palácio Iguaçu, onde discutiriam a extinção do COLIT. Disse ainda que ele e Tião Medeiros entregariam nas mãos do governador um documento de apoio à extinção do órgão assinado pelos sete prefeitos do litoral.

Depois antecipar extinção do COLIT, Justus não informa resultado da reunião com Richa 3

Tião Medeiros ainda não se pronunciou sobre o assunto. Foto: WEB

Todavia, até quinta-feira (16) o deputado Justus, assim como Tião Medeiros não deram retorno da reunião com Richa e, se ela realmente aconteceu. Sem notícia sobre o assunto, na sexta-feira (17) o JB postou no mesmo grupo de whatsapp, onde Justus anunciou a decisão do governador, questionamento para que o parlamentar rompesse o silêncio e informasse o que ocorrerá. Porém, até o fechamento desta edição, o deputado não deu retorno ao grupo e a nenhum integrante, inclusive lideranças do movimento que defendem a extinção do COLIT, como o empresário e advogado Matomi Yasuda e os vereadores, Adalberto Araujo e Adriano Ramos, ambos do PHS.

Nesta semana, o JB tornará a procurar desta vez, os deputados Justus e Tião Medeiros para saber o resultado de tão importante reunião para o futuro do desenvolvimento do litoral.

Deixe um comentário