PUBLICIDADE
#Acorda Paranaguá

Desenvolvimento x Meio Ambiente

por Reilly Algodoal georgia@contteudo.com.br @instagram
06/02/2020 11:47 (Última atualização: 06/02/2020)

CAGED 2019

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados acaba de divulgar os campeões de desemprego do Estado do Paraná e o primeiro com 844 desempregados é Pontal do Paraná; o segundo é Paranaguá com 786, o terceiro é Guaratuba com 761, o quarto é Tapejara com 737 e o quinto lugar é Matinhos com 614. Isto posto, concluo que o maior CRIME AMBIENTAL do Litoral do Paraná não foi cometido contra o meio ambiente e sim contra a nossa população.

Alerta vermelho

Alerta vermelho para a Secretaria da Indústria e Comércio, do Turismo, do Trabalho e do Meio Ambiente, precisamos rever nossos conceitos, viabilizar o progresso e o desenvolvimento sustentável. Penúltimo lugar dentre os trezentos e noventa e nove municípios do Paraná, isto é uma vergonha incomensurável.

Visão obtusa

Parafraseando o Ministro da Economia, “o maior inimigo do meio ambiente é a pobreza”. Eu não sou contra o meio ambiente, sou contra a maneira com que alguns extremistas cuidam do meio ambiente, principalmente aqueles que não residem aqui; que vivem de mesada e que não tiram o seu sustento da indústria, do comércio ou da prestação de serviços gerados no litoral do Paraná e ficam impedindo o desenvolvimento da nossa região.

Barriga Cheia x Barriga Vazia

Quando você está bem alimentado, a sua visão da fauna e da flora da mata atlântica é do tipo contemplativa. Você consegue enxergar o colorido dos frutos exuberantes da mata atlântica. Sua vista se encanta com a beleza, com a destreza e com os trejeitos dos animais. Que maravilha, o andar elegante do Macuco, a performance do Tatu e a velocidade da Paca, que espetáculo, tira fotos e fotos…  Agora, quando você está com fome, você trepa num pé de goiaba e só desce depois que comeu ou colheu tudo, se encontrar um Macuco, um Tatu ou uma Paca, provavelmente o destino deles será uma panela. E, então, eu pergunto: quantos animais já não foram abatidos nesta situação?

Turismo Caiçara

Uma boa alternativa seria a Prefeitura Municipal de Paranaguá viabilizar uma linha de crédito para a construção de minipousadas nas comunidades localizadas na baia de Paranaguá, cujo pagamento deste empréstimo fosse feito por meio de tickets de hospedagem vendidos pela Secretaria de Turismo. O sistema 5S poderia participar com cursos de administração, gastronomia e hotelaria de forma que os futuros empreendedores possam receber bem os turistas, auferir lucro e quitar seus empréstimos. Feito isto, os turistas poderiam fazer uma imersão na cultura caiçara, navegar de canoa a remo, pegar ostras, pescar, comer nossos pratos típicos, trocar experiências e contemplar a natureza.

É por estas razões que eu digo e repito “AcordaParanaguá”.