Festa do Rocio terá presença do Padre Manzotti e Padre Robson em Paranaguá

Diferente de 2007, quando a prefeitura não contribuiu com a estrutura física e de shows da festa, este ano, Padre Parron garantiu a participação financeira do Executivo

0
118
Coletiva de imprensa deu detalhes da Festa do Rocio deste ano

Acompanhado pela equipe organizadora formada por Milton Costa, Roldão Lima, Paulo Henrique Rolim e pela diretora da Secretaria de Cultura e Turismo de Paranaguá, Ceres Martins, os Redentoristas Joaquim Parron e Jorge Tarachuque divulgaram que a Festa Estadual será realizada de 3 a 18 de novembro em coletiva de imprensa realizada na quinta-feira (25) no Centro Pastoral do Rocio.

A festa é conhecida em todo o país e em 2018, ano do turismo religioso, espera-se um público recorde. A confirmação do show com o Padre Reginaldo Manzotti no dia da padroeira, 15 de novembro, o retorno da missa solene para as 10 horas da manhã e a presença dos bispos do Paraná na condução das novenas, foram as novidades anunciadas.

Foi confirmada também, uma pré-abertura das celebrações com o Padre Robson de Oliveira no dia 28 de outubro. A missa, com o reitor do Santuário do Divino Pai Eterno, será transmitida ao vivo pela Rede Vida de televisão, às 17:30 horas. Nove bispos do Paraná já confirmaram a participação para conduzir as novenas de 6 a 14 de novembro, rezadas em quatro horários, todos os dias, incluindo a mais tradicional, 6 horas da manhã.

Durante a festa são realizadas muitas procissões onde se destacam a cavalgada, a procissão ciclística e a marítima, uma das mais concorridas. Quem participa da procissão marítima, conhece a beleza de navegar o Rio Itiberê até sua foz, na Baía de Paranaguá. Os barcos repletos de devotos passam em frente ao Porto e atracam no trapiche do bairro do Rocio, em frente ao belo Santuário da Padroeira do Paraná.

Este ano, o Santuário tem recebido diversos eventos importantes. O objetivo é divulgar a devoção à Nossa Senhora do Rocio e o local como um destino importante para o turismo religioso. Os redentoristas estão implantando uma nova dinâmica de divulgação na imprensa e redes sociais. Além disso, tem sido o lugar está sendo revitalizado dos vitrais aos bancos, do telhado às paredes, para ser “Uma casa digna para a Mãe do Rocio, Padroeira do Paraná”, como cita o Padre Parron.

A Festa está na sua 205ª edição e o evento consta oficialmente no calendário do município e do estado. O tema para 2018 é “Com a Mãe do Rocio, sejamos sal da terra e luz do mundo”.

Prefeitura deve apoiar financeiramente

Festa do Rocio terá presença do Padre Manzotti e Padre Robson em Paranaguá 1
Padre Parron disse que prefeitura deverá patrocinar estrutura física e de shows

Diferente do ano passado, conforme afirmação em coletiva de imprensa em 2017 existe a possibilidade da prefeitura de Paranaguá contribuir com o patrocínio da estrutura física da festa e com os cachês dos artistas, segundo o Padre Parron.

Apesar de constar no Calendário de Eventos Oficial do Município, o próprio Santuário Estadual do Rocio que tem pagado a estrutura física contratada junto a Drial Organização de Eventos Esportivos Ltda, como ocorreu na festa do ano passada, primeiro ano da gestão do prefeito Marcelo Elias Roque e Arnaldo de Sá Maranhão Junior, ambos do PODEMOS. Este ultimo, por sinal, devoto de Nossa Senhora do Rocio, Padroeira do Paraná e frequentador assíduo das missas e novenas no Santuário Estadual.

Entretanto, tanto no ano passado, a prefeitura tem contribuído com as festas evangélicas do Calendário Oficial de Eventos, inclusive fornecendo a atração nacional, como ocorreu na Marcha Para Jesus que contou com a presença do cantor André Valadão. O que gerou problema após o pronunciamento do Pastor Irineu José da Cruz Alves, da Igreja Chama do Avivamento e da Associação dos Ministros Evangélicos de Paranaguá (AMEP) sobre sua posição contrária da participação do Executivo na Marcha para Jesus.

Festa do Rocio terá presença do Padre Manzotti e Padre Robson em Paranaguá 2
Trazido pela empresa Morro do Cristo, cessão do show de André Valadão foi criticado pela AMEP – Foto: Prefeitura de Paranaguá

Na época, o pastor disse que a decisão ocorreu pela falta de transparência dos contratantes e de alguns fiscais da Câmara Municipal, por se negarem informar a população o tipo de parceria adotada entre o Poder Executivo e a iniciativa privada que culminaram na realização do evento. “As decisões por parte do Executivo em relação à Marcha para Jesus de 2017 foram tomadas a revelia da AMEP. Por isso há esta disparidade e este conflito de ideias”, disparou na época em pronunciamento na Câmara Municipal.

Festa do Rocio terá presença do Padre Manzotti e Padre Robson em Paranaguá 3
Pastor Irineu critica na Câmara, falta de transparência na participação da prefeitura

Com informações do Santuário Estadual do Rocio

 

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here