Principal semáforo de Paranaguá está completamente apagado

Mesmo com empresa para dar manutenção, nenhuma providência é tomada há três semanas, aumentando risco de acidente  

0
101
Os quatro equipamentos do semáforo apagados

Nesta semana o JB Litoral alertou o risco de causar acidentes no cruzamento de maior movimentação na área central, pelo não funcionamento de parte do semáforo localizado na descida do trilho da Estação Ferroviária, sentido Costeira/Centro em Paranaguá. Mesmo na vigência contratual para manter os semáforos em funcionamento, através da DATAPROM – Equipamentos e Serviços de Informática, do dia 13 de novembro até esta terça-feira (5), nenhuma providência foi tomada no sentido de corrigir o defeito.

Na semana passada, apesar de alertada pela reportagem, sem manutenção no equipamento pela empresa responsável, a parte do semáforo no sentido oposto que fica ao lado dos Correios entrou em pane. Apenas a luz amarela estava funcionando de maneira intermitente. A partir da tarde desta terça-feira, a única sinalização que estava funcionando parcialmente, a que desce a Rua Comendador Correia Junior apagou juntamente com a que estava com luz amarela intermitente. Desde o período da noite, todo o equipamento, em todos os sentidos está apagado, como constatou a reportagem.

48 horas para o reparo

De acordo com o contrato firmado com a DATAPROM, fruto do Processo Administrativo nº 38.475/2016 do Pregão Eletrônico nº 007/2016 com validade por 12 meses ao preço de R$ 406.189,12, a empresa tem um prazo de 48 para fazer o reparo nos semáforos.

No contrato, no que diz respeito a responsabilidade da empresa, determina que ela deve “reparar, corrigir, remover, reconstruir e substituir, as suas exclusivas expensas e responsabilidade, no todo ou em parte, o objeto contratado, se forem verificados vícios, defeitos ou incorreções (…) no prazo máximo de até 48 horas contados a partir do recebimento da comunicação da contratante”.

A reportagem questionou a prefeitura se tinha comunicado a empresa sobre o defeito ocorrido no dia 13 de novembro, mas não obteve resposta.

Vale reforçar que o prazo limite para o conserto de três sentidos da sinalização já está esgotado e, a partir de hoje, começa contar às 48 horas do último semáforo que parou de funcionar.

A situação é do conhecimento da Secretaria Municipal de Segurança (Semseg), uma vez que o Secretário João Carlos da Silva foi alertado em um grupo de WhatsApp sobre o problema na primeira semana que gerou o primeiro defeito no equipamento.

No mesmo grupo da rede social, foi informado de problemas nos semáforos têm sido resolvidos através de servidores da Semseg inclusive com fornecimento de peças em estoque na secretaria. Providências que não cabe à prefeitura e sim a DATAPROM.

Semáforo ao lado do muro da Estação Ferroviária
Semáforo ao lado do Instituto de Educação
Semáforo na descida do Condor

 

Semáforo ao lado dos Correios
- Publicidade -