PUBLICIDADE

Dois são presos após tentativa de assalto com réplica de pistola

por Redação JB Litoral
30/03/2020 10:39 (Última atualização: 30/03/2020)

Em Paranaguá, dois homens foram presos na tarde de sábado, 28, após tentarem assaltar uma bicicletaria usando uma réplica de pistola. Uma das vítimas percebeu que a arma era falsa e reagiu, conseguindo dominar um dos suspeitos com a ajuda de populares. O outro envolvido foi localizado pela Polícia Militar, instantes depois.

Carlos Henrique Maestri de Lima, de 21 anos, morador na Vila Alboit, e Daniel Caetano do Nascimento, de 23 anos, residente na Vila São Jorge, foram encaminhados ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante, sendo, em seguida, conduzidos para a Cadeia Pública, onde ficaram recolhidos.

Segundo a ocorrência, por volta das 15 horas, policiais militares foram atender uma ocorrência de roubo em uma oficina de bicicletas localizada na Avenida Belmiro Sebastião Marques, Parque São João. Ao chegarem, eles encontraram Carlos Henrique detido.

No local, o proprietário do estabelecimento, de 63 anos, contou que três indivíduos apareceram na bicicletaria dando voz de roubo. O homem contou que um dos criminosos ficou na esquina observando o movimento, enquanto outro suspeito apontou uma arma de fogo na direção do seu filho, dizendo “perdeu” e exigindo dinheiro, celular e bicicletas da loja.

O homem contou que seu filho percebeu que a arma apresentada era uma réplica e, então, reagiu, conseguindo deter Carlos Henrique com a ajuda de populares, os quais, ao perceberam a situação, vieram ajudar e acabaram agredindo o assaltante preso. Os comparsas acabaram fugindo do local

Ao ser abordado, Carlos Henrique confessou a participação no assalto e, na sequência, os policiais conseguiram abordar Daniel, que, segundo o primeiro detido, teria sido quem entregou a arma para a empreitada criminosa e ficou aguardando na esquina.

Após os procedimentos necessários os envolvidos foram levados à delegacia, onde foi elaborado o flagrante pelo crime de roubo agravado. O terceiro assaltante, que se chamaria Renan, não foi localizado.