Dona Neuza, a “Senhorinha da cadeira”, morre com suspeita de coronavírus nesta segunda (20)

por Redação JB Litoral
20/07/2020 20:10 (Última atualização: 20/07/2020)

Dona Neuza, a "Senhorinha da cadeira", morre com suspeita de coronavírus nesta segunda (20) 2
Dona Neuza tinha uma casa ao lado da antiga Câmara Municipal de Paranaguá, a qual já havia sido diversas vezes invadida por drogaditos, por isso o seu medo de ficar sozinha na residência. Foto/ Leandro Feitoza

Faleceu hoje, Neuza Terezinha Salgado de Oliveira, filha de Niva Salgado de Oliveira e Hélio Gonçalves, donos da tradicional Escola Peixinho Sapeca. Para quem não a reconhece pelo nome, a Dona Neuza era aquela senhorinha que vivia na frente do Super Condor, centro, e, à noite, dormia sentada em uma cadeira em frente à farmácia Nissei 24h. Dona Neuza tinha uma casa ao lado da antiga Câmara Municipal de Paranaguá, a qual já havia sido, por diversas vezes, invadida por drogaditos e, por isso, o seu medo de ficar sozinha na residência. Sem familiares vivos, a idosa foi atendida pela funerária Medianeira e enterrada, esta tarde, no cemitério Nossa Senhora do Carmo. A suspeita é de que Dona Neuza tenha morrido em função da Covid-19, mas o Hospital Regional do Litoral ainda aguarda o laudo da paciente.