Mais de R$ 20 mil em drogas são apreendidas pela PM em Guaratuba

por Redação JB Litoral
19/01/2018 18:12 (Última atualização: 19/01/2018)

Foto: Soldado Danieli

Mais de um quilo de crack, além de 300 pedras da mesma droga e mais de R$ 4 mil em dinheiro, foram apreendidas na madrugada desta quinta-feira, 18, na Vila Esperança, em Guaratuba. Os policiais militares que atuam no reforço do policiamento durante o Verão Paraná 2017/2018 abordaram dois endereços para concluir a maior apreensão de crack da temporada no Litoral. O material retirado de circulação renderia mais de R$ 20 mil para os traficantes.

De acordo com o Coordenador de Policiamento de Unidade (CPU) do dia, tenente Rafael Lemos Pacheco, a equipe policial passava pela avenida Rui Barbosa quando avistou dois jovens se comportando de maneira suspeita e anunciou a abordagem.

Mais de R$ 20 mil em drogas são apreendidas pela PM em Guaratuba 2

Foto: Soldado Danieli

Ao todo os policiais militares encontraram R$ 287,20 com um adolescente, de 15 anos, 36 pedras de crack e 12 buchas de cocaína. Com o outro rapaz, de 16 anos, havia R$ 42,00 em dinheiro e duas buchas de cocaína. “Um dos jovens indicou uma embalagem de isopor que tinha mais pedras de crack prontas para a venda, na qual havia mais dinheiro e unidades de crack”, explicou o tenente.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

O suspeito teria indicado uma residência na Rua Engenheiro Beltrão onde haveria mais drogas. Uma equipe foi até o endereço e as pessoas que ali estavam tentaram fugir, mas também acabaram detidas. Durante a abordagem foram encontradas quantidades de drogas e dinheiro.

“Durante o procedimento os suspeitos disseram que havia um tablete de quase um quilo de crack escondido em meio a uma pilha de tijolos. A droga foi localizada logo depois pelos policiais militares. O próprio suspeito disse que somente o tablete de crack renderia R$20 mil se comercializado nas ruas”, disse o tenente Lemos.

Dois adultos (23 e 49 anos) foram detidos por tráfico de drogas e outros três (todos adolescentes) caracterizados como usuários. Todos foram levados à Companhia da PM na cidade para a lavratura do Boletim de Ocorrência e, posteriormente, entregues na Delegacia de Polícia Civil.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments