Dupla de São Paulo é presa com palmito ilegal

por Redação JB Litoral
26/12/2018 00:00 (Última atualização: 26/12/2018)

Dupla de São Paulo é presa com palmito ilegal 2

Na cidade de Antonina, na noite de domingo, 23, policiais militares do Batalhão Ambiental – Força Verde (BPAmb – FV) apreenderam mais de mil unidades de palmito in natura. Na ação, dois homens foram detidos e receberam uma multa no valor de R$ 318 mil, sendo liberados após assinarem Termo Circunstanciado.

Conforme o relatório policial, por volta das 23 horas uma equipe do 3º Pelotão da 1ª Companhia Ambiental, durante patrulhamento de rotina, nas proximidades do quilômetro 10 da PR-340, avistou um veículo Fiat Fiorino, com placas de Registro, no Estado de São Paulo. Os militares desconfiaram do veículo, por ser muito usado na região para o transporte clandestino de palmito e também pelo fato do motorista ter reduzido a velocidade ao perceber a aproximação da viatura.

Os policiais resolveram aguardar o retorno do Fiorino na rodovia e, após duas horas de espera, o automóvel apareceu e foi feita a abordagem. Na verificação, nada de ilícito foi encontrado com os dois ocupantes do carro, ambos de 37 anos e residentes no município de Juquiá (SP).

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

No entanto, ao ser verificado o compartimento de carga do veículo, os policiais localizaram 22 feixes de palmito jussara (Euterpe Edulis), totalizando 1.060 unidades da planta, a qual consta na lista oficial das espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção e os dois homens não apresentaram documentação fiscal e ambiental da origem do produto.

Todo o palmito e o veículo foram apreendidos, sendo os autores conduzidos ao posto de fiscalização da Polícia Militar Ambiental, na localidade do Cacatu, para a elaboração de Termo Circunstanciado por crime ambiental. Após assumirem o compromisso de comparecimento em audiência no Juizado Especial Criminal de Antonina e assinarem os documentos necessários, eles foram liberados.

Deixe um comentário