Empresário do setor portuário é a grande promessa do PSDB

por Redação JB Litoral
17/10/2020 01:16 (Última atualização: 1 semana atrás)

No último pleito, Leandro Klaus conseguiu uma votação expressiva pelo partido e chegou à suplência de uma das vagas na Câmara

Leandro Michel Iunklaus, de 43 anos, já é um nome conhecido na eleição de Paranaguá e, neste ano, ele assume outra vez a responsabilidade de concorrer a uma das 19 cadeiras do Palácio Carijó pelo partido do qual está filiado há 09 anos, o PSDB. Leandro Klaus carrega com ele a experiência de quatro outras campanhas para vereador. No último pleito, em 2016, conseguiu uma votação expressiva pelo partido, e chegou à suplência do vereador Edu, agora do PSL, por coligação partidária. 

De acordo com o próprio Klaus, nesta eleição, ele tem o objetivo de atuar de forma mais questionadora em relação às propostas que são semeadas nos meios de comunicação. “A população deve ficar atenta para diferenciar as ‘promessas eleitoreiras’ do que é planejamento efetivo. Existem muitas propostas que estão sendo apresentadas neste momento, porém não são viáveis para a realização”, declarou.

CONHECIMENTO NO ASSUNTO PORTUÁRIO

Formado em gestão portuária, com MBA em Cadeia de Suprimentos e Logística, já atuou em diversas empresas na área de importação e exportação na cidade, inclusive foi nomeado como chefe da divisão comercial na Portos do Paraná durante o período de 2011 a 2017. Hoje, Klaus enfrenta o desafio de comandar a própria empresa, a Delta Porto Armazenagem, especializada em operações retroportuárias. Com isso, ele acredita que o conhecimento adquirido no ramo vai colaborar, principalmente, nas questões porto-cidade.

“Há muitos anos, Paranaguá sofre com a falta de interação entre as empresas portuárias e o munícipio. Isso é uma realidade que precisa mudar para o crescimento de todos, com planejamento a médio e longo prazos e bons projetos que fortaleçam o setor. É um esforço mútuo em que os dois lados saem ganhando”, disse Klaus.

FUTURO DE PARANAGUÁ

Casado há 23 anos e pai de quatro filhos, Klaus disse que a decisão de tentar mais uma vez a candidatura pesou mais neste ano, em meio às dificuldades no enfrentamento ao coronavírus, a Covid-19. “Pensei muito antes de aceitar a proposta do partido, o que prevaleceu foi a vontade de colaborar por uma cidade melhor para o futuro dos meus filhos. Durante a pandemia vimos uma realidade muito fragilizada, em que muitas famílias foram afetadas, o que nos leva a querer um lugar melhor para viver, merecemos isso. Acredito que ainda existe muito por se fazer por Paranaguá”.

Deixe um comentário