Após reportagem da Gazeta do Povo, APPA exonera jovem na assessoria da presidência

por Redação JB Litoral
10/08/2018 19:36 (Última atualização: 21/01/2019)

(Foto/Reprodução/Facebook)

Depois da reportagem divulgada pela Gazeta do Povo na quinta-feira (09), nesta sexta-feira (10) a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) exonerou o jovem morretense, Lucas Cristiano Gonçalves (20) do cargo que exercia de assessor da Presidência da empresa estatal em Paranaguá.

De acordo com o Portal da Transparência do porto, a Portaria 212/2018 foi assinada pelo Diretor-Presidente, Lourenço Fregonese, após a reportagem revelar a ligação com o deputado estadual Missionário Ricardo Arruda (PSL). Entretanto, vale destacar que Lucas foi candidato a vereador pelo PSD nas eleições municipais de 2016, partido que não é o do deputado estadual, Missionário Arruda.

Depois de um período atuando como estagiário, a partir de setembro do ano passado, ele foi nomeado pelo então Diretor-Presidente da Appa, Luiz Henrique Tessutti Dividino, ainda na gestão do governador Beto Richa (PSDB), como Chefe da Seção de Patrimônio com remuneração de R$ 6.261,14 na função de gerir os bens inservíveis, móveis e imóveis do porto. A partir de junho deste ano, Lucas assumiu o cargo de Assessor da Presidência passando atuar na Diretoria Comercial (DIREMP) e sua remuneração passou para R$ 8.502,71, um aumento de R$ 2.241,57.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na reportagem da Gazeta do Povo, o comissionado disse que era responsável pelas palestras da DIREMP, atualmente sob o comando do recém-empossado administrador de empresa, Marcelo José Cardozo Dias, além de dar informações sobre o funcionamento do porto nas visitas dos alunos da rede pública e privada do município.

 

Deixe um comentário