Estradas paranaenses tem queda no número de acidentes, feridos e mortos durante o Réveillon

No litoral do estado, a queda de acidentes foi de 60% e de feridos foi de 80%. Em todo o estado, a redução foi de 31% em acidentes

por Redação JB Litoral
05/01/2015 18:00 (Última atualização: 05/01/2015)

NULL

Divulgado nesta segunda-feira (05/01), o relatório do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) apontou que durante o Réveillon, entre os dias 31 de dezembro de 2014 e 5 de janeiro de 2015 houve redução nos casos de acidentes, de feridos e de mortes em comparação ao ano anterior. No litoral do estado, a queda de acidentes foi de 60% e de feridos foi de 80%. Em todo o estado, a redução foi de 31% em acidentes e de 28% em feridos.

Segundo o oficial de planejamento do BPRv, capitão Cristiano Carrijo Gonçalves Mota, a mudança na legislação e a presença policial foram os fatores determinantes para a queda nas estatísticas. “O aumento do valor da multa por ultrapassagem em local proibido e a intensificação das ações policiais nas rodovias refletiu no comportamento do motorista, que evitou trafegar acima da velocidade permitida e reduziu a incidência de delitos no trânsito”, explicou o capitão.

A operação iniciou-se no dia 31 de dezembro de 2014 (terça-feira) e finalizou as atividades ao meio dia de segunda-feira (05/01) de 2015. Ainda segundo o capitão Carrijo, neste ano o BPRv aumentou o efetivo, incluindo policiais da área administrativa, e intensificou as operações nos pontos com maior número de acidentes e mortes. “A unidade conta com modernos equipamentos, como os etilômetros e os radares móveis, proporcionando fluidez no trânsito aos motoristas”, disse.

De acordo com os dados repassados pela unidade, o número de acidentes em todo o estado reduziu de 160 em 2013 para 109 em 2014, seguido pelo índice de mortos, que de 16 caiu para 9. O número de feridos também apresentou queda de 151 em 2013 para 108 em 2014. Também apresentaram redução os índices de prisões por embriaguez (20%) veículos retidos por irregularidades (78%), imagens por radar (37%) e em autuações (26%).

Nas rodovias litorâneas, o BPRv registrou a queda de 60% nos acidentes (35 em 2013 contra 14 em 2014), 80% no número de feridos (de 20 em 2013 para 4 em 2014), 25% nas prisões por embriaguez (4 caiu para 3), 71% nos veículos retidos por irregularidades (de 164 para 46) e de 69% em autuações por infração de trânsito. Ainda no litoral, houve aumento de 4 para 5 nas infrações por dirigir embriagado e de 184 para 331 o número de imagens por radar.

“O motorista sempre deve estar atento na estrada, principalmente com ultrapassagens em locais proibidos, o que pode ocasionar o acidente que mais mata nas rodovias paranaenses: a colisão frontal, que aumenta em quatro vezes o risco de morte das vítimas”, alerta o capitão.

O oficial da unidade passa algumas orientações que devem ser seguidas para evitar surpresas indesejadas. ”O consumo de bebidas alcoólicas ao dirigir. A embriaguez ao volante é um fator potencializador de acidentes, pois torna o motorista desatento, imprudente e negligente. Além disso, os motoristas devem estar atentos com a legislação e se adequar o mais breve possível para que ao viajar tenham segurança e tranquilidade”, disse o capitão Carrijo.

Deixe um comentário