Governo do Estado intensifica combate à corrupção durante a pandemia

por Redação JB Litoral
07/07/2020 17:13 (Última atualização: 07/07/2020)

A partir desta quarta-feira (08), todos os servidores do Paraná vão receber informações sobre como denunciar atos suspeitos de ilegalidade, com base no Programa de Integridade e Compliance do Governo do Estado.

Para o controlador-geral, Raul Siqueira, o reforço nas diretrizes do programa é importante para mostrar ao servidor que ele tem apoio no caso de denúncias comprovadas. “O distanciamento social pode passar a falsa ideia de que o controle de processos quanto à conformidade legal e o combate a ilicitudes enfraqueceram. Pelo contrário, tivemos grande ganho em fiscalização”, comentou Siqueira.

Em reunião por videoconferência, agentes do programa aproveitaram a ocasião para ouvir observações e intensificar o trabalho de combate à corrupção. “O servidor tem que confiar no agente, e o agente sabe que tem a Controladoria para lhe dar apoio e segurança. Com esse objetivo, garantimos o anonimato e o sigilo da denúncia”, completou o controlador-geral.

CGE

O Programa de Integridade e Compliance começou a ser implantado em 13 órgão e entidades. Todos contam com um profissional vinculado à Coordenadoria da Controladoria Geral do Estado (CGE). De acordo com o coordenador, Murillo Santos, a pandemia não interrompeu o trabalho.

“Apesar de grande parte do nosso trabalho ser de forma presencial, alteramos nosso cronograma e fizemos algumas adaptações e, assim, conseguimos dar uma continuidade ao Programa de Integridade e Compliance”, comentou Santos.

A campanha iniciada pela CGE inclui fixação de cartazes em órgãos que mantêm trabalho presencial, envio de e-mails com os canais de denúncia e divulgação em redes sociais. No material são divulgados os canais que o servidor tem à disposição para reportar atos em desconformidade com a legislação vigente e contra princípios éticos.

Com informações da AEN