Governo do Paraná é o segundo que menos investe no Brasil

por Redação JB Litoral
29/08/2014 09:50 (Última atualização: 29/08/2014)

NULL

O Paraná é o penúltimo em investimento em obras e equipamentos entre todos os estados brasileiros. Um levantamento feito em dados pela Secretaria de Tesouro Nacional, demonstraram que entre 2009 e 2013, o Paraná foi o segundo e perdeu para o Rio Grande do Sul, que menos investiu nos itens expostos. Tal fato engloba meses finais da gestão do ex-governador Roberto Requião (PMDB), toda a gestão do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), mas principalmente, os três anos iniciais da gestão do governador Beto Richa (PSDB). 

Segundo o levantamento, a cada R$100 que são empenhados pelo Governo do Estado para serem gastos, apenas R$ 4,90 são destinados aos investimentos com obras e equipamentos novos para a máquina estatal. O estudo leva em consideração os valores de empenho, ou seja, aqueles que possuem compromisso de pagamento. Outros itens para o Estado, durante esses anos, foram focados como mais importantes do que obras e equipamentos.

“A verdade é que o Estado, como um todo, e não só o Paraná, não faz aquilo que deveria fazer para melhorar a infraestrutura. Quem sai perdendo é o setor produtivo”, afirma Edson Campagnolo, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). Além disso, cumpre destacar que, segundo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em junho desse ano, entre 2009 e 2013, o Governo do Estado gastou uma média total de despesas de R$29.586 bilhões, enquanto na verdade foram investidos apenas 4,9% desse valor (R$1.4 bilhão).

Apesar do período englobar a gestão dos peemedebistas Requião e Pessuti, houve queda no número de investimentos na gestão de Beto Richa com relação aos peemedebistas. Se no final da gestão do PMDB, de cada R$100 gastos pelo Estado, R$5,60 eram investidos, no governo tucano o valor diminuiu, de cada R$100 gastos, apenas R$4,40 foram investidos entre 2010 e 2013. Vale ressaltar que esse valor conta os investimentos em obras e maquinário público orçados pelo Tesouro Nacional.

Deputado critica gestão tucana

De acordo com o deputado estadual Enio Verri (PT), que é também professor de Economia da Universidade Estadual do Paraná, os dados demonstram uma incompetência do governo de Beto Richa, algo que está rendendo “prêmios” ao Paraná. “O vice-campeonato negativo conquistado pelo governo Richa é reflexo da administração lastimável desempenhada pelos tucanos paranaenses nos últimos quatro anos”, afirma.

“O Paraná está no epicentro da maior crise econômica da história do Estado. Com o choque de gestão, o desgoverno tucano não só reduziu os investimentos em obras e equipamentos, como implantou o calote a fornecedores e servidores públicos paranaenses”, completa Verri. De acordo com ele, o estado que “é o penúltimo colocado no ranking de investimentos, é o mesmo que não aplica 12% da receita líquida em saúde, conforme determina a Constituição Federal. É a tônica de um Estado que sofre para pagar o 13º do funcionalismo público”, critica o deputado.

Deixe um comentário