Governo e cicloativistas incentivarão o uso da bicicleta no Litoral

O objetivo da ação é reduzir o trânsito nos balneários e estimular o uso do meio de transporte sustentável

por Redação JB Litoral
08/12/2014 10:00 (Última atualização: 08/12/2014)

NULL

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, em parceria com o movimento cicloativista do Paraná, vai incentivar o uso da bicicleta no Litoral durante a temporada de verão. O objetivo da ação é reduzir o trânsito nos balneários e estimular o uso do meio de transporte sustentável e que traz benefícios para a saúde da população.

Nesta sexta-feira (05), o secretário do Meio Ambiente e coordenador da Operação Verão, Caetano de Paula Junior, reuniu-se com as principais entidades de ciclismo para definir o funcionamento da campanha.

“A expectativa de público no Litoral é de 2 milhões de pessoas durante as festas de final de ano e carnaval. Se uma parcela destes veranistas optar pelo uso da bicicleta para curtas distâncias, conseguiremos desafogar muito o trânsito nas praias”, informou o secretário Caetano de Paula Júnior.

Participaram do encontro, representantes da Federação Paranaense de Ciclismo, Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu (Cicloiguaçu) e Programa Ciclo Vida – UFPR.

AÇÃO CONJUNTA – O presidente da Federação Paranaense de Ciclismo, Adir Romeu, elogiou a iniciativa do Governo. “O governo do Paraná criou pela primeira vez uma política de incentivo ao uso da bicicleta, o Ciclo Paraná. Queremos que esta política seja levada para todas as regiões do estado e, neste período de férias, o Litoral necessita de uma ação conjunta “, declarou Adir.

CICLO PARANÁ – O Programa Paranaense de Mobilidade Não Motorizada por Bicicleta, o Ciclo Paraná, é coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e foi elaborado com a participação de representantes de 25 instituições públicas estaduais e federais

O secretário do Meio Ambiente também pediu o apoio das entidades para a elaboração de uma rota de cicloturismo que possa ser realizada entre os Parques estaduais do Litoral, entre eles, a Floresta do Palmito, Rio da Onça e Saint Hilaire Lange.

“As ruas e avenidas do Litoral do Paraná não possuem estrutura para suportar a quantidade de veículos que descem para as praias. Por isso, é muito importante que as pessoas tenham contato com a bicicleta neste período de férias para que depois o hábito saudável possa subir a Serra e continuar depois da temporada de verão”, declarou o coordenador do Programa Ciclovida da Universidade federal do Paraná e vice-presidente da Federação Paranaense de Ciclismo, José Carlos Belotto.

“Estamos pedalando para a frente. Nós do movimento cicloativista, pesquisadores na área de mobilidade e entusiastas da mobilidade estamos muito contentes em participar com o Governo desta ação sustentável”, finalizou Belotto.

A Federação Paranaense de Ciclismo apresentou ao secretário o projeto Clube Educacional da Bicicleta, que proporciona o primeiro contato das crianças com o veículo de forma lúdica e que deverá ser levado ao Litoral nesta temporada de verão.

Também participaram da reunião o ciclista e representante da Tecnologia da Informação e da Comunicação do Paraná (Celepar), Luis Cláudio Brito Patrício; o coordenador da Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu (Cicloiguaçu), Jorge Brand e o representante da Universidade Tecnológica do Paraná (UTFR), Nestor Saavedra.

 

Deixe um comentário