Guardas civis realizam manobra para ajudar bebê que estava engasgado

por Redação JB Litoral
22/12/2020 10:31 (Última atualização: 22/12/2020)

Um bebê recém-nascido foi salvo com a ajuda de uma equipe da Guarda Civil Municipal, na noite de segunda-feira, 21, em Paranaguá. A criança precisou de atendimento médico, após ficar engasgada.

Conforme a ocorrência, por volta das 20 horas, uma equipe da GCM, composta pelos agentes Policarpo e Rafael Lacerda, estava em patrulhamento pelo Conjunto Nilson Neves, quando foi abordada na rua por um casal, o qual pedia socorro, informando que seu filho, de apenas dois dias de vida, estava com sinais de engasgo.

Diante da situação, os agentes da GCM realizaram a manobra Heilimch para desobstrução das vias áreas do bebê, o qual deu sinais de estar respirando. Em seguida, os agentes se deslocaram com a mãe do recém-nascido para o Hospital Regional do Litoral, onde a criança foi entregue para a equipe de emergência da unidade de saúde.

Quando os agentes saíram do hospital, receberam a informação que o bebê estava bem e, posteriormente, foram comunicados que ele havia se engasgado com leite materno.

HEIMLICH 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A manobra de Heimlich é um procedimento rápido de primeiros socorros para tratar asfixia devido à obstrução das vias respiratórias superiores por objetos estranhos como alimento, brinquedo ou outro objeto.

Nesta manobra, utilizam-se as mãos para fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada e que faz com que o objeto seja expulso dos pulmões.

O médico estadunidense Henry Heimlich, foi quem inventou a manobra no ano de 1974. A técnica pode ser praticada por qualquer pessoa, bastando que se siga corretamente as orientações.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments