Haroldo do PDT reforça bandeira da educação na chapa de Gleisi

por Redação JB Litoral
03/09/2014 23:00 (Última atualização: 03/09/2014)

NULL

Com mais de três décadas dedicadas a saúde no serviço público como gestor e mais de20 anos atuando como médico em Francisco Beltrão, o candidato a vice-governador, o pediatra Haroldo Ferreira, além da saúde, reforça a bandeira da educação, carro-forte do PDT, na chapa majoritária de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná.

Médico que atende pelo SUS, Haroldo é graduado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) com especialização em pediatria pelo Hospital das Clínicas/UFPR, em Curitiba, e Economia da Saúde, pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP). Entre 1983 e 1986 dirigiu a 8ª Regional de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Eleito deputado estadual em 1987, foi presidente da Comissão de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Paraná e Relator do Capítulo de Saúde da Constituinte Estadual. Presidiu a Fundação Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde, em 1992 e 1993.

No primeiro mandato do presidente Lula, coordenou o Departamento de Economia da Saúde, do Ministério da Saúde, em Brasília. Foi coordenador médico do Centro Municipal de Urgências Médicas (CMUM), em Curitiba, de 2007 a 2009, e secretário municipal de Saúde de Araucária (PR), de 2009 a 2012. Nesse mesmo período, presidiu o Conselho Regional de Secretarias Municipais de Saúde da Região Metropolitana de Curitiba.

Em 2012, coordenou o Programa de Saúde na campanha do prefeito Gustavo Fruet, de Curitiba. Foi um dos coordenadores do Programa Mais Médicos no Paraná e desde 2007, é médico pediatra plantonista noturno em urgência e emergência na UPA do Cajuru. Casado e pai de cinco filhos, oatual presidente do PDT no Paraná abre esta nova série com os três principais a candidatos a vice-governador.

JB – Como ocorreu a sua escolha para vice de Gleisi?
Haroldo – No processo de discussão e composição da chapa encabeçada pela Senadora Gleisi coube ao PDT a indicação do vice. Fui indicado pela Comissão Executiva Estadual do Partido, por delegação da Convenção Estadual.

JB – O que motivou aceitar a composição na majoritária?
Haroldo – Apoio do PDT, nas figuras do Ex-senador Osmar Dias, Gustavo Fruet e demais membros da Executiva Estadual, além de ótima receptividade pelo PT, partido da Senadora Gleisi Hoffmann.

JB – Quais propostas das diretrizes pedetista pretende inserir e defender no programa de governo?
Haroldo – A bandeira histórica do PDT, de Brizola, Darci Ribeiro e Senador Cristovam Buarque com referência à educação (Escola pública, gratuita, de qualidade e universal, em tempo integral, educação infantil, ensino técnico, defesa da federalização do ensino fundamental). Política de geração de emprego e renda. Acesso público, gratuito e universal à saúde, com fortalecimento da atenção básica, integralidade, com implementação de programa de especialidades e exames especializados para redução de filas de espera nesta área. Desenvolvimento regional sustentável de acordo com as especificidades loco-regionais. Temas específicos de mobilidade urbana, segurança e preservação ambiental.

JB – Qual o papel de vice na chapa majoritária?
Haroldo – Participação, articulação e colaboração com a futura governança do Estado que terá à frente a Senadora Gleisi Hoffmann.

JB – Qual sua visão de Paranaguá e do litoral?
Haroldo – Paranaguá, município e cidade mãe no Estado do Paraná, importante pela sua cultura, região de turismo e relevância econômica pela posição estratégica do Porto.

JB – O que o litoral e Paranaguá podem esperar de Haroldo?
Haroldo – Apoio para a implementação de políticas públicas estruturantes com planejamento adequado para Paranaguá e Litoral serem competitivos na atração de empresas, para geração de empregos e riquezas, atração de turistas durante todo o ano. Modernização contínua do Porto, como instrumento de desenvolvimento econômico e social e sustentável também para os demais municípios do Litoral Paranaense. Apoio para implementação de modelo de investimentos e desenvolvimento sustentável que integre Turismo, Serviços Portuários, Indústria, Copel, Cohapar, Cooperativismo, Patrimônio Histórico, entre outros.

 

Deixe um comentário