Homem é preso pela Rotam por tráfico de drogas na Vila Itiberê

por Redação JB Litoral
29/07/2020 17:52 (Última atualização: 29/07/2020)

Pedras de crack, porções de crack e cocaína, além de dinheiro, foram apreendidos pela Polícia Militar, durante uma abordagem em uma residência na Vila Itiberê, em Paranaguá. Um homem foi preso em flagrante e encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, junto com a esposa e tudo que foi apreendido.

Conforme a ocorrência, por volta das 19h30, uma equipe das Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) do 9º Batalhão realizava em patrulhamento de rotina pelo bairro, quando na Rua Laura dos Santos Dias, percebeu uma movimentação estranha em um sobrado de cor azul, o qual se encontrava com a porta aberta.

Ao se aproximarem para a averiguação, os policiais perceberam que, no painel da televisão da sala, havia porções de drogas e uma quantidade expressiva de dinheiro miúdo, entre e moedas e notas de pequeno valor. Em seguida os policiais abordaram Fabiano Gomes Dina, de 38 anos, o qual assumiu a propriedade das drogas, informando que era para a comercialização.

Ao ser questionado se teria mais drogas na residência, Fabiano confirmou que havia mais uma quantidade na geladeira e nas gavetas do painel de suporte para a televisão. Na sequência, os policiais localizaram porções de maconha, crack e cocaína nos locais informados, além de uma balança de precisão.

Durante a abordagem, ainda foram apreendidos dois rolos de papel filme, utilizados para embalar os entorpecentes, duas caixas de papel seda e oito telefones celulares de origem ilícita, que Fabiano afirmou que teria pego em negociatas com o comércio de drogas, bem como duas televisões que também foram trocadas por entorpecentes.

Na busca pela sala da moradia, ainda foi encontrado um celular que estava dentro de uma carteira de trabalho, junto com um documento de identidade e um aparelho Ipad, os quais foram confirmados pelos policiais que seriam objetos de procedência desonesta.

Diante dos fatos, Fabiano acabou preso e foi conduzido, junto com tudo que foi apreendido, ao plantão da Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante. Na ação, a esposa do suspeito também foi encaminhada à unidade policial, mas ela não ficou presa.