JB cobra e CAB inicia troca de tubulação da adutora da ilha

FIM DOS VAZAMENTOS

por Redação JB Litoral
04/06/2016 15:19 (Última atualização: 04/06/2016)

NULL

Novas tubulações colocadas pela CAB. Foto JB
 

No início de abril uma denúncia enviada ao WhatsApp do JB informou a existência de diversos vazamentos na tubulação da adutora que leva água para Ilha dos Valadares, a partir do acesso na passarela do lado do continente em Paranaguá.

O denunciante ironizou a situação dizendo que o desperdício de água não é mais intenso porque moradores resolveram estancar os vazamentos usando espetos que são utilizados para assar carnes.  Faltando pouco mais de um ano para completar 30 anos de terceirização do sistema de abastecimento de água e esgoto na cidade, a solução do problema já vinha sendo cobrado pela Companhia de Água e Esgoto de Paranaguá (Cagepar), responsável pela fiscalização da concessionária. 

A CAB elaborou recentemente, um projeto para substituição da adutora de água que abastece a Ilha dos Valadares. A atual adutora tem diâmetro de 200 milímetros, feita em material de aço, muito utilizado antigamente e, devido ao desgaste do tempo, se encontra com muitas fissuras, ocasionando constantes vazamentos.

Após a cobrança do JB a empresa deu início a primeira etapa do projeto que contempla a substituição da rede de água, sobreposta na lateral da ponte, por uma nova rede de material mais leve e resistente, feita em policloreto de vinil de 200 milímetros de diâmetro. A reportagem do JB esteve na passarela e constatou que a substituição está sendo executada por trechos e foram substituídos 11 canos da adutora, de um total de cerca de 60 metros de um total de 300, nesta primeira etapa.

Os trabalhos vêm sendo executados no período noturno e de forma escalonada, para que não ocasione impactos consideráveis no abastecimento de água do local e nem transtorno na travessia da passarela. De acordo com a CAB, a melhoria vai proporcionar mais segurança no abastecimento de água para os moradores da Ilha dos Valadares, uma vez que com a substituição, irão diminuir situações de vazamentos e queda de pressão.

Entenda o caso

Assim que recebeu a dJB cobra e CAB inicia troca de tubulação da adutora da ilha 2enúncia anônima com farto material fotográfico, a reportagem do JB foi até o local e contou 19 furos com vazamento constante de água, quase o equivalente a uma gota ou mais de uma torneira pingando. Destes, oito deles fechados por gravetos parecidos com espetos de carne e alguns com pedaço de bambu afinado. Entretanto, mesmo fechado, o vazamento não é contido 100% e ocorre o desperdício de água.

O fato de a adutora ser de ferro fez com que o vazamento da água gerasse ao longo da tubulação uma série de corrosões (enferrujamento), que deixam à mostra a forte pressão exercida pela água. Até mesmo os suportes usados para segurar a estrutura se encontram enferrujados como foi constatado na checagem do JB. O problema ocorria na tubulação a poucos metros adiante do acesso pelo continente e segue até pouco antes do meio da passarela. A partir deste ponto não se veem mais vazamentos.

        

 

Deixe um comentário