Jet ski vira no mar e três pessoas são resgatadas por policiais militares e guardas civis

por Redação JB Litoral
11/10/2020 16:39 (Última atualização: 13/10/2020)

Dois homens e uma mulher foram resgatados, na noite de sábado, 10, depois que o jet ski onde estavam virou na região do Canal da Galheta, na Baía de Paranaguá. A ação foi realizada por dois policiais militares da Patrulha Costeira do 9º Batalhão e dois guardas civis municipais da Divisão Marítima e Ambiental.

Tudo começou por volta das 19h30, quando os militares estavam em deslocamento marítimo da Praia de Encantadas, na Ilha do Mel, até uma marina em Paranaguá, para o encaminhamento de uma situação de tráfico de drogas e elaboração do flagrante na Delegacia Cidadã. O transporte estava sendo feito na lancha da Guarda Civil Municipal.

Jet ski vira no mar e três pessoas são resgatadas por policiais militares e guardas civis 1

Quando a embarcação chegou no Canal da Galheta, entre as boias de passagem dos navios, os ocupantes avistaram um jet ski com três pessoas gritando por socorro. Ao ser feita a aproximação com cautela, devido à baixa luminosidade e pelo mar estar revolto, os policiais perceberam que o jet ski estava virado de lado, com dois ocupantes na água, sendo que um deles estava se afastando devido à forte correnteza.

Diante dos fatos, os militares rapidamente lançaram-se ao mar com coletes salva-vidas para resgatar as vítimas. Em decorrência da baixa luminosidade e de maior risco de afogamento que oferecia, um dos homens, de aproximadamente 1m90 e pesando cerca de 100 quilos, foi resgatado por primeiro.

Em seguida, a mulher, que apresentava sinais de exaustão, foi retirada do mar e a terceira vítima, que acabou caindo do jet ski no momento do resgate, precisou da ajuda dos militares que estavam na água, para se aproximar e ser levada para dentro da embarcação da GCM.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Jet ski vira no mar e três pessoas são resgatadas por policiais militares e guardas civis 2

Por fim, os policiais militares passaram um cabo no jet ski para que pudesse ser rebocado, já que, devido o momento de pânico das vítimas, a chave da moto aquática acabou caindo no mar e afundando. Em decorrência das condições climáticas desfavoráveis e de se tratar de uma rota de passagem de grandes navios, com aproximadamente 20 metro de profundidade, rapidamente a lancha da GCM se afastou da sinalização das boias para preservar a integridade da tripulação e das vítimas, que aparentavam grande cansaço e nervosismo pela situação que se encontravam.

Os dois homens e a mulher, ao chegarem na marina em Paranaguá, decidiram se deslocar por meios próprios para atendimento médico. Devido ao esforço intenso, que durou cerca de 20 minutos, os policiais também se encontravam em exaustão, com dores no peito por causa da ingestão de água salgada, sendo necessário o contato com o Samu para avaliação dos mesmos, que tiveram que ser conduzidos ao Hospital Regional do Litoral para atendimento médico.

Após exames na unidade de saúde, os policiais militares foram liberados e se apresentaram na Delegacia Cidadã, para a elaboração do flagrante da situação de tráfico de drogas registrada na Ilha do Mel, onde um casal foi flagrado com drogas sintéticas e porções de maconha e cocaína.

Participaram do resgate os soldados Pontes e Jevinsky, da Patrulha Costeira da PM, e os guardas civis Torquato e Adalberto, da Divisão Marítima e Ambiental da GCM.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments