Junho fechou com mais de 653 mil desempregados no país

por Redação JB Litoral
09/07/2020 13:47 (Última atualização: 4 semanas atrás)

Pedidos de seguro-desemprego alcançaram a marca de 653.160 no mês passado, fruto de pessoas que ficaram desempregadas até junho no país. Foi o que informou nesta quinta-feira (09) o Ministério da Economia.

Apesar de elevado, ainda sim os números mostram uma queda de 32% na comparação com o mês anterior, quando foram feitos 960.309 pedidos, uma diferença de 307.149 a menos.

Chama a atenção que o trabalhador está atento às ferramentas digitais do Governo Federal e, deste total de pedidos, 443.492 (67,9%) foram feitos por meio eletrônico, no portal gov.br ou por meio da Carteira de Trabalho Digital.

Os estados de São Paulo (199.066 pedidos), Minas Gerais (70.333) e Rio de Janeiro com 52.163 foram os de maior número de requerimentos do seguro-desemprego.

Os homens liberam nas solicitações com 60,4% contra 39,6% de mulheres. Por sua vez, a faixa etária de maior proporção de requerentes oscilou entre 30 a 39 anos de idade, com 32,1% dos pedidos.

Atendimento

Segundo o Ministério da Economia, as Superintendências Regionais do Trabalho do Governo Federal ampliaram os esforços para garantir o atendimento não presencial aos cidadãos durante o período da pandemia da Covid-19. Foram disponibilizados canais adicionais de atendimento remoto. Para dúvidas e esclarecimentos, o empregado pode acionar as superintendências por meio de formulário online.

Com informações da Agência Brasil – Brasília