ALL tentou impedir abertura da passagem de nível em Paranaguá

0
29
NULL

A iniciativa da prefeitura de Paranaguá em garantir mais segurança no trânsito de veículos pesados desafogando o tráfego na Avenida Roque Vernalha, através da Rua Samuel Pires de Mello, não foi bem vista pela América Latina Logística (ALL) que tentou impedir as obras no último sábado, através de um representante.

Desacompanhado de um diretor da ALL, o representante determinou ao prefeito Edison de Oliveira Kersten (PMDB) e ao secretário de Segurança, Cícero Alves Fernandes, que parasse imediatamente as obras no que ele caracterizou como terreno federal e rotulou a ação da prefeitura, como uma invasão. “Sou Representante de uma área federal e tenho o dever de proteger essa área de invasão”, disse o representante da ALL.

As palavras do representante da ALL foram presenciadas por diversos vereadores e outros secretários que estavam acompanhando as obras. Em determinado momento, ele chegou ser agressivo nas palavras com o secretário Cícero Fernandes que o aconselhava ficar calmo, por vê-lo nervoso e tremendo. “Eu não me lembro de ter pedido uma sugestão sua”, retrucou o representante de forma arrogante.

O prefeito Kersten que acompanhou a manifestação do representante que chegou a ponto de tentar impedir o trabalho das máquinas e só parou depois que o secretário Cícero alertou que ele poderia receber voz de prisão por obstruir o cumprimento do Decreto Municipal 1571, comunicou que a partir de segunda-feira (ontem), passaria interditar o bloqueio na Avenida Gabriel de Lara.

A situação ficou tensa e o prefeito disse que só iria parar a obra com ordem judicial e não com a simples ordem do representante da ALL no local.

Vale lembrar que a iniciativa de abrir esta passagem de nível com a intenção de liberar o trânsito na Ria Samuel Pires de Mello já era prevista na primeira gestão do ex-prefeito Mário Roque (PMDB), através do vice-prefeito, José Baka Filho (PDT), quando exercia o cargo de Secretario de Meio Ambiente e Serviços Urbanos. Até mesmo uma maquete foi construída neste sentido, mas a tentativa foi frustrada pela ALL e por um empresário que não aceitou ter seu imóvel indenizado pela prefeitura.

Como ficou a Samuel Pires de Melo e Tufi Maron

Sem dar atenção ao representante da ALL a prefeitura realizou a abertura da Rua Samuel Pires de Mello, através da nova passagem de nível que dá acesso ao prolongamento da rua, passando pela Rua Paulo Canhola permitindo a saída pela BR-277 para caminhões que, agora, não mais podem transitar pela Avenida Roque Vernalha.

Com a passagem de nível ficou alterado o sentido da Rua Tufi Maron, que passará a ter mão única, a partir da Rua Samuel Pires de Melo, em direção e até o cruzamento com a Avenida Roque Vernalha. Também ficou autorizada a transposição de veículos sobre a linha férrea, através de passagem de nível, na continuação da Rua Samuel Pires de Melo, até a BR 277. A partir da Rua Tufi Maron, inclusive na transposição de veículos sobre a linha férrea, a Rua Samuel Pires de Melo, terá sentido único, em direção e até a BR 277. A Rua Paulo Canhola também terá sentido único, a partir da Avenida Roque Vernalha, em direção a Rua Ildefonso Munhoz da Rocha. “É importante que os motoristas tenham atenção redobrado, especialmente, neste início da mudança. Todo início é mais difícil para se acostumar, mas os guardas estarão ali, para ajudar. Todos os motoristas, ciclistas e pedestres também devem seguir as orientações das placas de trânsito”, lembrou o secretário de Segurança, Cícero Fernandes.

No mesmo dia a prefeitura também abriu outra passagem de nível na Estrada Velha dos Correia, diante da empresa Multitrans, mas que só poderão ser usadas por veículos até seis toneladas de peso bruto e sete metros de comprimento.

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here