Em reformas, posto de saúde da ilha está interditado

0
14
NULL

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Rodrigo Gomes, na Ilha dos Valadares, está desativada por tempo indeterminado. O fato ocorreu devido a obra de reforma que retirou a cobertura do prédio, o que resultou na recente inundação da UBS, prejudicando computadores e local de atendimento à população. O fato foi evidenciado pelo vereador Jacizinho (PSL), que visitou o local no mesmo dia em que ocorreu a inundação. Em plenário, o vereador comentou o problema, informando que o ocorrido na unidade de saúde fez com que a Vigilância Sanitária interditasse o posto por período indeterminado, exigindo dessa forma que o Executivo e a comunidade do Valadares encontrassem locais alternativos para atendimento da população, algo que foi feito na última semana de forma emergencial.

Na última edição do JB ficou exposto que na sessão legislativa da Câmara Municipal do dia 16 de abril, o vereador apresentou o Requerimento 844/2014, cobrando justamente sobre a situação da unidade de saúde Rodrigo Gomes, assim como sobre a construção do futuro posto de saúde 24 horas da Ilha.  Na sessão da terça (22), Jacizinho expôs o problema, elogiando a comunidade local, que se esforçou para encontrar locais alternativos para atender a população, através do vereador e da Secretária de Saúde, Terezinha Kersten. O vereador elogiou também a III Igreja Batista e a Igreja Quadrangular, que cederam espaços para atendimento.

Porém, nem tudo foi elogio, Jacizinho fez questão de cobrar o Poder Público, que, segundo ele, “está faltando com a Ilha”. Além disso, sem citar nomes, o vereador questionou um “agente público/secretário” que afirmou que o investimento na reforma do local seria perda de dinheiro. Com relação à Câmara, o legislador frisou a importância da Casa possuir representantes da cimunidade para defender os anseios da localidade, ressaltando ainda que a Comissão de Obras da Casa Legislativa tem que apurar qual a empresa responsável pela obra no posto, que com um “fato desastroso” destelhou o local e fez com que unidade ficasse inundada.

A novela em torno do Posto de Saúde do Valadares continuou na sessão seguinte, na quinta (24), onde Jacizinho falou sobre o assunto, parabenizando membros da área de saúde, a Associação de Moradores da Ilha dos Valadares (AMIV), assim como a Guarda Municipal e a Polícia Militar, figuras essenciais para que locais alternativos fossem propiciados para o atendimento aos cidadãos. O esforço conjunto do vereador e da Prefeitura, através da secretária Terezinha Kersten, fez com que o atendimento continuasse a ser feito na Ilha. Respondendo ao questionamento feito na última sessão, a vereadora Laryssa Castilho (PRB), membro da Comissão de Obras da Câmara, informou ao vereador que solicitou o nome da construtora que fez a obra e provocou o “caos” no posto de saúde, algo que será informado à Casa em breve.

Locais alternativos de atendimento

A Prefeitura Municipal informou, na sexta-feira (25), os locais alternativos de atendimento na Ilha dos Valadares, não frisando o problema do alagamento do posto de saúde, mas sim falando apenas sobre reformas, ampliação e adequação de equipamentos do local. A volta ao posto só ocorrerá após a conclusão da reforma.

Além disso, a Prefeitura informou os locais de atendimento na Ilha dos Valadares, confira abaixo:

Consultas agendadas, agendamento de consultas, verificação de pressão arterial, testes de glicemia, dentre outros procedimentos de atenção primária. – Batalhão da Polícia Militar, mesmo prédio dos Correios

Coletas para exames laboratoriais e local de reunião dos agentes comunitários – Sede da AMIV (Rua 28)

Fisioterapia, exames preventivos de câncer (com prévio agendamento) – Casa pastoral da III Igreja Batista da Ilha dos Valadares (Rua 28), próximo aos Correios.

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here