Reunião entre APPA e liderança religiosa define destino do Santuário do Rocio, em Paranaguá

0
269
Foto: Claudio Neves/APPA

Após diversos boatos de que o Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rosário do Rocio poderia ser mudado de lugar, devido ao projeto de ampliação do porto de Paranaguá, o Diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Luiz Fernando Garcia, se reuniu com o reitor do Santuário, Padre Joaquim Parrón, para debater alterações na proposta. A reunião aconteceu nesta manhã (01), no Palácio Taguaré, sede da APPA.

Na última semana, o Padre Parrón divulgou um áudio de WhatsApp cobrando dos fiéis posições mais enérgicas contra a possível alteração do local da igreja, sinônimo de devoção e turismo religioso. O templo é dedicado à Padroeira do Paraná, Nossa Senhora do Rosário do Rocio, venerada há mais de 300 anos, por milhares de fiéis.

O Santuário é visitado, anualmente, por milhares de pessoas do Estado e do Brasil, que propagam a fé à Santa. Cerca de 500 mil pessoas, segundo o Governo, participam da programação anual, que presta homenagem à Padroeira, no mês de novembro, no local. É o maior evento religioso do Sul do país, com uma importância histórica e religiosa enorme para a cidade e Paraná.

O projeto de ampliação do porto prevê a implantação de três novos píeres, um deles em formato de L, o que poderia afetar o acesso ao Santuário, que seria inviabilizado. Após reclamações da comunidade religiosa, o Diretor-presidente da APPA se dispôs a rever o projeto.

Não somos contra o progresso, mas queremos que seja feito um trabalho conjunto, pois é um lugar sagrado e importante para os paranaenses”, disse o Padre Parrón.

O resultado da reunião realizada foi o acordo para a convivência entre APPA e Santuário, que terá revitalização nos acessos e no bairro onde está localizado. “A partir de agora vamos coordenar a comunidade portuária para desenvolver projetos para a região. Não mediremos esforços para atuar em prol de melhorias na infraestrutura”, afirmou o Diretor-Presidente, Luiz Fernando.

Ainda de acordo com ele, a reunião serviu para desmistificar o boato de que o porto queria retirar o Santuário do Rocio, visto que isto nunca aconteceu. “Pelo contrário, o Governador Ratinho Júnior determinou que o porto olhe com muito carinho para a cidade e para o Santuário, pois são algumas centenas de anos instalados ali. O que nós nos propusemos é coordenar a comunidade portuária para que a gente volte a atenção para o bairro e tente minimizar os impactos trazidos pelos movimentos dos caminhões na região”, declarou.

Reunião entre APPA e liderança religiosa define destino do Santuário do Rocio, em Paranaguá 1
Foto: Claudio Neves/APPA
Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here