Prefeitura de Guaraqueçaba abandona embarcações do Transporte Escolar

0
13
prefeitura-de-guaraquecaba-abandona-embarcacoes-do-transporte-escolar

Várias embarcações estão abandonadas há mais de um ano no município de Guaraqueçaba e, de acordo com o Vereador Alcendino Ferreira Barbosa (PSDB), o Thuca da Saúde, deveriam ser utilizadas para o transporte escolas de alunos da rede pública de ensino nas ilhas do litoral. Os barcos estão estacionados em uma área do bairro Cerquinho e, segundo moradores, são alvos de vandalismo, já tendo sido retirados vários componentes. Thuca afirma que o Ministério Público do Paraná (MPPR) pode intervir no caso.

Segundo ele, oito barcos foram doados para São Sebastião de Uatumã, que não conseguiu colocá-los em uso. Ele declara que a Secretaria Municipal de Educação de Guaraqueçaba, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), conseguiu a transferência das embarcações para a cidade, com o acordo de mantê-las realizando o transporte escolar.

Em 2016, quatro barcos foram consertados, mas o município ainda precisa arrumar os outros quatro, que estão sendo depredados. “Vândalos estão levando embora as partes móveis e até algumas fixas destas embarcações. É um total descaso para uma administração que se empolgou em questionar os barcos durante a campanha eleitoral”, diz Thuca.

Este tipo de transporte escolar faz parte do programa Caminhos da Escola, que consiste na concessão, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), de linha de crédito especial para aquisição, pelos estados, Distrito Federal e municípios, de embarcações e veículos de transporte coletivo, zero quilômetro.

O vereador questiona a negligência que a atual gestão municipal tem tido com o patrimônio público. “O gestor que trata desta maneira o patrimônio não possui visão e nem respeito à sociedade”, diz.

O que diz a Prefeitura

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, os barcos estão no espaço desde 2015, quando foram trazidos de Manaus, porém, sem equipamentos de segurança. “Foram trazidas quatro embarcações, mas somente quatro foram colocadas para navegar, pois os outros quatro estavam sem possibilidade de uso”, esclarece.  

A Secretaria ainda informa que a atual gestão fez a aquisição de equipamentos de segurança para os quatro barcos que estavam com motor em condições de navegarem. “E ainda regularizamos toda a documentação junto à Capitania dos Portos e do ano passado para cá, os alunos podem ser transportados com segurança. Não dispomos de recursos, no momento, para comprar os equipamentos necessários para os outros barcos que requerem equipamentos de salvatagem e o motor. No início deste ano encaminhamos para o Departamento de Compras e Licitação a solicitação de contratação de locação de um espaço para a guarda desses bens, porém não foi possível. Estamos reenviando o pedido”, declara.

 

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here