Marinha notifica empresas de mergulho na Baía de Paranaguá

por Redação JB Litoral
13/11/2013 00:00 (Última atualização: 13/11/2013)

NULL

Uma operação deflagrada na tarde desta terça-feira (12) pela Marinha do Brasil impediu que embarcações que transportavam equipes de mergulho continuassem suas atividades de forma irregular na Baía de Paranaguá (PR) e na área litorânea. A ação foi realizada por uma equipe de Inspeção Naval da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) em conjunto com militares da Divisão de Mergulho da Diretoria de Portos e Costas (DPC).

A ação abrangeu áreas distantes da costa e resultou na apreensão de equipamentos sem certificação e usados de forma inapropriada nas atividades de mergulho comercial. Os equipamentos apreendidos têm o uso vetado pela Autoridade Marítima por não garantirem segurança aos mergulhadores. No total, cinco empresas foram notificadas e, até que apresentem novos equipamentos, estarão impedidas de operar.

“Nosso propósito é garantir maior segurança às operações subaquáticas. Pudemos verificar a falta de equipamentos vitais para a segurança do mergulhador e adaptações irregulares, tornando o mergulho uma operação arriscada. Da forma como estavam atuando havia a possibilidade iminente do mergulhador desmaiar e morrer afogado”, declarou o Capitão-Tenente Alex Rubem, da DPC.

No momento da inspeção, os mergulhadores de duas empresas estavam limpando cascos de navios, enquanto outros de uma terceira empresa trabalhavam junto a uma obra na área portuária. A DPC também emitirá um relatório às empresas notificadas, apontando todas as irregularidades encontradas. Somente após nova inspeção, as empresas poderão voltar às suas atividades.

Trabalhista

A DPC também informará a Coordenação de Inspeção do Trabalho Aquaviário e Portuário sobre a necessidade da fiscalização junto as empresas do setor sobre o cumprimento da Norma Regulamentadora 15, que trata de atividades e operações insalubres, como os trabalhos submersos.

Somada à operação realizada, foram seis empresas notificadas por apresentarem irregularidades na realização da atividade de mergulho na Baía de Paranaguá (PR) e na área litorânea. A ação foi realizada por uma equipe de Inspeção Naval da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) em conjunto com militares da Divisão de Mergulho da Diretoria de Portos e Costas 

Deixe um comentário