Menos de oito meses do PED 2013 e Diretório do PT vira Comissão Provisória

DO CONSENSO A INTERVENÇÃO

por Redação JB Litoral
22/08/2014 21:00 (Última atualização: 22/08/2014)

NULL

Eleito através de consenso em novembro de 2013, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), em menos de oito meses, sofreu intervenção da Direção Estadual e, hoje, aguarda aprovação da Comissão Provisória instituída no dia 9 de julho. Realizado no dia 10 de novembro do ano passado, em todo país, o Processo de Eleições Diretas (PED 2013) para a escolha das novas direções nacional, estaduais e municipais, levou 25 mil filiados aptos ao voto, participar do processo em 250 municípios do Paraná.

Dos seis candidatos que disputaram a presidência nacional do PT, Rui Falcão foi reeleito na direção nacional, enquanto o deputado estadual Ênio Verri, foi reeleito defendendo a chapa “O Partido que Muda o Brasil”. Em Paranaguá, a eleição foi realizada na sede do Núcleo Sindical de Paranaguá da APP/Sindicato, onde o ex-Secretário Geral do PT no Paraná, o jornalista André Pioli, atual candidato a deputado estadual pelo partido, foi eleito presidente do Diretório Municipal. 

No PED de 2009, 754 filiados estiveram em condições de voto e num total de 426 foram às urnas instaladas no auditório do Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Paranaguá. No ano passado, o número de votantes foi bastante inferior e não chegou a 300 votos.

Considerado um dos partidos mais organizados no país, o PED 2013 determinou um cronograma de ações que teve início em 2012, foi executada em 2013 e encerrou com a posse das direções eleitas no dia 20 de fevereiro de 2014. A direção do PT Estadual definiu ainda o prazo máximo de 28 de fevereiro de 2014, para registro e formalização na Justiça Eleitoral dos Diretórios Estaduais, Municipais ou Zonais que ainda não tivessem escolhido todos os membros de suas respectivas Comissões Executivas. Porém, mesmo com todos os membros definidos desde novembro, o prazo de posse não foi cumprido na cidade pelo novo Diretório Municipal.

Militante denunciou descumprimento

De acordo com informações da própria militância partidária, a filiada Rosane Maria de Oliveira que, em 2013, só poderia permanecer na Executiva do Diretório se fosse eleita presidente do PED 2013, denunciou à Direção Estadual descumprimentos estatutários e a perda de prazos determinados pelo partido, que se viu obrigada a intervir, o que resultou na formação da atual Comissão Provisória, coincidentemente formada por filiados que integravam o Diretório Municipal que sofreu intervenção, inclusive pela denunciante Rosane Oliveira, que não fazia parte da Executiva Municipal.

De acordo com o site do PT do Paraná, a composição da Comissão Provisória conta com a participação de André Pioli como presidente, Rosane Oliveira como Secretária de Organização, Claiton Luis da Rocha como Secretário de Formação, Andressa “Molita” como Secretária de Finanças e Gerson Luis Augusto e Iara Lucia do Rocio Santos Zamboni como membros. No site do PT consta ainda como local sede da Comissão Provisória, a residência da denunciante a filiada Rosane Oliveira, localizada no bairro da Costeira.

A reportagem do JB procurou o presidente da Comissão Provisória, o jornalista André Pioli e lhe enviou cinco questionamentos sobre o assunto, entre eles, o motivo da intervenção da executiva Estadual no Diretório Municipal. Porém, até o fechamento desta edição não houve retorno.

 

Deixe um comentário