Moção de Apoio ao Bloco resulta em reunião na Appa

por Redação JB Litoral
07/11/2013 00:00 (Última atualização: 07/11/2013)

NULL

O que começou com a aprovação de uma Moção de Apoio ao Sindicato dos Trabalhadores do Bloco de Paranaguá (Sindibloco), proposta pelo vereador Marcio Costa (PRP) resultou numa reunião com a diretoria da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), nesta sexta-feira (8), às 10 horas no Palácio Taguaré.

Presentes em grande número na sessão desta quinta-feira (7) da Câmara de Vereadores, comandados pelo presidente Edinei dos Santos, trabalhadores portuários avulsos (tpas) do Bloco, foram pedir ajuda aos vereadores para manterem seu trabalho no porto.

Uma decisão do Ministério Público do Trabalho, através de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) pôs fim ao trabalho dos bloqueiros na área de porto organizado, levando todos ao desemprego da noite para o dia. Pelo TAC empreiteiras assumirão o trabalho executado, há vários anos, pelo Sindibloco.

Inconformados com a situação, os trabalhadores fizeram um protesto na manhã desta quinta-feira, diante da Appa e, à noite, levaram o drama que estão vivendo aos vereadores. Após a aprovação da Moção de Apoio, o vereador Arnaldo Maranhão (PSB), convocou a Comissão de Assuntos Portuários, da qual é  o presidente, para irem até a Appa falar com a superintendência, juntamente com a Diretoria sindical e todos os demais vereadores.

Sob aplausos a proposta do vereador Maranhão foi aprovada e o encontro definido, na presença do assessor para assuntos sindicais da Appa, Renato Pavão, que estava presente no plenário. Durante a disucssão da MOção de Apoio, o deputado estadual Alceu Maron Filho (PSDB) foi cobrado pelos vereadores para prestar apoio e solidariedade aos trabalhadores do Bloco.

Presente no plenário, o assessor legislativo do deputado, o líder comunitário Marcos Costa, fez contato com Alceuzinho Maron que agendou uma reunião com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa para próxima segunda-feira (11), em Curitiba.

Deixe um comentário