MP oferece denúncia por tentativa de feminicídio contra homem que tentou atropelar ex-namorada

por Redação JB Litoral
19/11/2020 23:19 (Última atualização: 1 semana atrás)

Em Paranaguá, o Ministério Público do Paraná, por meio da 6ª Promotoria de Justiça, ofereceu denúncia criminal contra um homem de 27 anos, que ameaçou e tentou matar a ex-namorada. Além disso, o denunciado entrou em luta corporal com o pai dela, que interveio para salvar a filha, e ameaçou matá-lo. O MPPR elenca os crimes de sequestro, lesão corporal em contexto de violência doméstica, ameaça e feminicídio tentado.

O crime ocorreu na madrugada do dia 13 de novembro, quando o homem forçou a mulher a entrar em seu carro, passando a agredi-la com socos e a ameaçá-la de morte. A vítima, de 21 anos, conseguiu sair do veículo em movimento, caindo na pista de rolamento, e o homem deu marcha à ré para atropelá-la, sem sucesso, porque ela, mesmo caída, rolou em direção ao canteiro da via. Além disso, agrediu e ameaçou de morte o pai da moça, que buscou defendê-la.

Na ocasião, ele foi preso em flagrante. A prisão preventiva (por tempo indeterminado) foi decretada, e o homem segue preso. A pena pode chegar a 30 anos de prisão. O feminicídio é considerado crime hediondo, que, a partir da entrada em vigor do Pacote Anticrime, só pode ter progressão de regime após o cumprimento de pelo menos 40% da pena.

PRISÃO

O caso ocorreu na Vila Cruzeiro, ocasião em que o suspeito acabou agredido com uma enxada. Na ocasião, uma equipe da PM
se deslocou para dar atendimento a uma briga de casal, em um
automóvel. Informações repassadas por populares, para o telefone
190, relatavam que uma mulher teria saído de um automóvel Ford
Fusion, para pedir socorro em um estabelecimento comercial, na
Avenida Roque Vernalha.

No entanto, o condutor do veículo teria entrado no estabelecimento e retirado a jovem à força do local e a levado novamente para o carro. Imediatamente, os policiais deram início ao patrulhamento pela região e, ao chegarem na Rua Arthur Bernardes, encontraram o veículo informado nas denúncias, o qual estava estacionado, com algumas pessoas próximas discutindo.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na abordagem, os militares encontraram o rapaz caído no chão, com o braço esquerdo quebrado, e verificaram que ele era o suspeito denunciado. Na averiguação, a equipe policial foi informada que o jovem havia
encontrado sua ex-namorada na saída de uma casa de shows, dando
início a uma discussão. Em seguida, teria obrigado a jovem a entrar
no seu carro, mas no deslocamento ela conseguiu pedir ajuda em
uma lanchonete, onde o rapaz entrou para buscá-la e a colocou
novamente no veículo, seguindo, então, em direção ao bairro do
Rocio, fazendo ameaças de que a mataria e jogaria o seu corpo no
mar.

BRIGA

O pai da moça, um homem de 51 anos, sabendo da situação, foi
socorrer a filha e se deparou com o carro do suspeito na rua e
começou a segui-lo. Nesse momento, a jovem se jogou do veículo do
agressor, que ainda teria tentado atropelá-la. Na sequência, ele teria
entrado em luta corporal com o ex-sogro e, então, um homem não
identificado, apareceu dizendo que os dois estavam incomodando.

Ao ser indagado pelo rapaz, sobre o que poderia fazer, o
desconhecido desferiu dois golpes de enxada no braço dele e ainda
teria ameaçado agredir o pai da moça, antes de sair do local,
tomando rumo ignorado. O rapaz acabou sendo socorrido pelo Samu
e, devido aos ferimentos, precisou ser encaminhado ao hospital para
atendimento médico, sendo levado sob escolta da PM.

A moça e seu pai seguiram com outra equipe policial para a
Delegacia Cidadã, para o registro da ocorrência, como vítimas de
ameaça e lesão corporal, em decorrência de violência doméstica,
sendo o jovem denunciado como o autor.

Deixe um comentário