Mulher é presa por matar companheiro a facadas no Porto dos Padres

por Redação JB Litoral
09/01/2021 13:54 (Última atualização: 1 semana atrás)

No bairro Porto dos Padres, em Paranaguá, uma mulher de 52 anos foi presa na noite de sexta-feira, 8, acusada de matar seu companheiro a facadas. Ivan de Souza, de 35 anos, foi agredido com dois golpes e entrou em óbito no local. Elis Regina dos Santos, que alegou que a vítima teria cometido suicídio, foi encaminhada à Delegacia Cidadã.

Por volta das 23 horas, equipes da Polícia Militar e Samu foram acionadas com a informação de que um homem teria sido ferido por arma branca na Rua Claudionor Nascimento. Ao chegarem no local, os militares encontraram Elis Regina, a qual aparentava sinais de embriaguez, deitada em cima de Ivan, tentando reanimá-lo com respiração boca a boca.

De pronto foi solicitado que a mulher se afastasse e constatado que o homem já estava em óbito, com ferimentos de faca na região do abdômen e tórax. Imediatamente a situação foi informada à Polícia Civil, a qual foi ao local, junto com as equipes do Instituto de Criminalística e IML, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Durante as diligências, Elis Regina teria alegado que, durante a noite, Ivan, com quem relatou que tinha um relacionamento amoroso, teria batido no seu portão pedindo acolhimento. Ela contou que, momentos depois, foi atender outra pessoa que teria lhe chamado na frente de casa e, ao retornar, encontrou Ivan com uma faca na mão, já ferido, dando a entender que ele próprio havia se ferido.

No entanto, a polícia apurou que Elis Regina era suspeita de ter matado Ivan, pois teria feito uma ligação telefônica para um familiar, informando que havia esfaqueado o seu companheiro. A arma do crime, uma faca de cozinha, que Elis Regina havia escondido em um arbusto numa casa próxima, alegando que era para evitar que Ivan continuasse a se esfaquear, foi apreendida.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A mulher acabou encaminhada para a Delegacia Cidadã, onde foi autuada em flagrante pelo crime de homicídio e, em seguida, conduzida para a Cadeia Pública, onde ficou recolhido à disposição da Justiça.

O corpo de Ivan foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) para exames complementares e liberado na manhã deste sábado, 9, para que fosse providenciado o sepultamento. A motivação do crime ainda está sendo apurada pela polícia.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments