No Paraná, são 65 municípios atingidos pelo ciclone

por Jéssica Fernandes
02/07/2020 09:46 (Última atualização: 02/07/2020)

Em Pontal do Paraná, a tempestade e o vendaval afetaram 4.014 pessoas

O último boletim da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil informou que 65 municípios do Paraná foram atingidos pelo ciclone extratropical, na tarde de terça-feira (30). O órgão divulgou a atualização no final da tarde de quarta-feira (01).

 De acordo com a Defesa Civil, o interior do estado foi o mais atingido com o temporal. As rajadas de vento chegaram 120 km/h e também houve chuva de granizo, o que contribuiu para o número de desalojados. Até agora são 13.952 pessoas, sendo que 279 ficaram desalojadas e 208 ainda estão nesta situação. Há 19 desabrigadas. 

 Até o momento, foram registrados 11 feridos. Cerca de 3.146 casas foram danificadas e cinco destruídas – uma delas em Wenceslau Braz, em consequência de deslizamentos, e quatro em Morretes. As equipes do Corpo de Bombeiros e dos núcleos municipais de Defesa Civil continuam fazendo os atendimentos.

 “Os ventos tendem a diminuir gradualmente à medida que esse ciclone se dirija ao oceano, mas população deve acompanhar as informações meteorológicas e alertas da Defesa Civil, tomando sempre o cuidado de consultar as fontes oficiais”, afirma o tenente Marcos Vidal, da Comunicação Social da Defesa Civil Estadual.

 A Coordenadoria Estadual da Defesa Civil ressalta que as pessoas podem receber os alertas da Defesa Civil mandando uma mensagem de texto pelo celular (SMS) com o CEP de sua residência para o número 40199.

OCORRÊNCIAS NO LITORAL

 Em Pontal do Paraná, no Litoral, a tempestade e vendaval afetaram 4.014 pessoas, sendo que dez ficaram desabrigadas e quatro desalojadas (nenhuma permanece nesta situação). Em Morretes, 516 foram afetadas e 45 estão desalojadas. Além das quatro casas destruídas, há outras 143 danificadas.

Com informações da AEN