Policial

Ação da Polícia Ambiental acaba em apreensão de caranguejo e vidros de palmito

Ação ocorreu durante fiscalização na PR-340
Ação da Polícia Ambiental acaba em  apreensão de caranguejo e vidros de palmito

Durante uma fiscalização pela PR-340, no município de Antonina, policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental - Força Verde (BPAmb-FV) realizaram a apreensão de 35 vidros de palmito e três dúzias de caranguejo-uçá. A apreensão ocorreu na noite de domingo, 18, em um ponto de ônibus no quilômetro 26 da rodovia, na região do Bairro Alto.

De acordo com o relatório policial, por volta das 19 horas, militares do 3.º Pelotão da 1.ª Companhia, com sede na localidade do Cacatu, realizavam uma operação para coibir crimes ambientais que ocorrem na região, em especial caça, pesca e transporte de produtos ilícitos de origem vegetal, quando, ao passarem pelo ponto de ônibus, flagraram um homem em atitude suspeita e resolveram fazer abordagem.

O indivíduo, ao perceber aproximação da viatura, fugiu para dentro da mata, não sendo possível abordá-lo. Ao ser verificado o que ele havia deixado para trás, os militares encontraram uma caixa e uma bolsa contendo o palmito em conserva, sendo verificado que o produto tinha sido industrializado de forma ilícita, em vidros de 300g.

No local ainda foi localizado um saco contendo os 36 caranguejos-uça (ucides cordatus), que, conforme a portaria número 180 do IAP (Instituto Ambiental do Paraná), ainda se encontra no período de defeso, sendo sua captura liberada somente entre primeiro de dezembro a 14 de março.

Durante a fiscalização, os policiais ainda realizaram patrulhamento na comunidade do Lajeado, onde foram abordados veículos que transitavam pela rodovia, mas nada de ilícito foi localizado. A Polícia Ambiental informou que o palmito foi encaminhado para ser destruído e os caranguejos soltos em seu habitat natural.