Policial

Denúncia sobre tráfico de drogas leva polícia a prender cadeirante e foragido

Porções de cocaína, maconha e pedras de crack e duas balanças de precisão foram apreendidas na ação policial
Denúncia sobre tráfico de drogas leva polícia a prender cadeirante e foragido

Informações repassadas pela comunidade, para a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), sobre um carregamento de drogas que estaria chegando em uma casa na Rua Cajá, Vila São Vicente, em Paranaguá, resultou na prisão de Luiz Arthur Batista, o “Luizinho”, de 35 anos, que é cadeirante. Na mesma ação foi capturado Júlio Cesar Luz de Oliveira, de 37, contra o qual havia dois mandados de prisão, e ainda foi detida uma mulher por porte de entorpecente.

A ocorrência contou com o apoio de uma equipe da Romu da Guarda Civil Municipal e, durante as abordagens, foram apreendidos 129,5 gramas de cocaína, 4,9 gramas de maconha, oito pedras de crack e duas balanças de precisão, além de uma máquina de cartão de crédito, material para embalar drogas, dinheiro, telefones celulares, câmeras de monitoramente, material para limpar arma de fogo e joias.

Por volta das 20h30, as equipes policiais foram averiguar as informações e, ao chegarem na casa de Luizinho, flagraram um casal no portão, pegando algo com um indivíduo e pagando com dinheiro. Na saída da dupla, que estava em uma bicicleta, os militares resolveram fazer a abordagem encontraram as pedras de crack embaladas para a venda, que estavam na bolsa da mulher, de 39 anos, com endereço na Vila Guarani.

Os policiais então retornaram à residência e, com o apoio da GCM, realizaram uma busca no local que resultou no restante do que foi apreendido. Luizinho foi encontrado na casa, na companhia de mais cinco homens, sendo um deles Júlio César, contra o qual havia dois mandados de prisão, um expedido pela 1.ª Vara Criminal de Paranaguá e outro pela 4.ª Vara Criminal de Curitiba.

Todos os envolvidos foram encaminhados à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá e Luizinho, o qual já tinha passagens pela delegacia, foi autuado por tráfico de drogas e recolhido ao setor de carceragem local. Júlio Cesar também ficou preso, em decorrência dos mandados de prisão e a mulher, detida com crack, foi ouvida em Termo Circunstanciado (TC) e liberada após assumir compromisso de comparecimento em audiência no Juizado Especial Criminal (Jecrim) de Paranaguá.